• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Exportações » Balança comercial inicia agosto com déficit de de US$ 336 milhões

Agência Brasil

Publicação: 11/08/2014 15:55 Atualização:

A balança comercial brasileira iniciou agosto com déficit (exportações menores que importações) de US$ 336 milhões. O valor refere-se às duas primeiras semanas do mês, que somaram seis dias úteis. O resultado negativo decorre de US$ 5,455 bilhões em exportações e de US$ 5,791 bilhões em importações. No ano, há déficit acumulado de US$ 1,255 bilhão. Os dados foram divulgados hoje (11) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Do lado das exportações, a média diária, que corresponde ao volume negociado por dia útil, ficou em US$ 909,2 milhões, 6,6% inferior à registrada em agosto de 2013. Já nas importações, a média ficou em US$ 965,2 milhões, 5,1% superior à do mesmo mês do ano passado.

Contribuiu para a diminuição da receita com exportações a queda nas vendas de produtos manufaturados (21%) e semimanufaturados (8,8%). No primeiro grupo, recuou o valor obtido com o comércio de automóveis, aviões, veículos de carga, açúcar refinado, motores para veículos, motores e geradores, máquinas para terraplanagem e tratores. Nos semimanufaturados, diminuiu o valor arrecadado com ouro, açúcar bruto e celulose.

A alta na média diária de venda de produtos básicos, que subiu 2,9%, evitou um recuo maior das exportações. Subiram, ante agosto do ano passado, as vendas de petróleo bruto, minério de cobre, farelo de soja, café em grão e carnes bovina, suína e de frango.

Nas importações, cresceram principalmente os gastos com combustíveis e lubrificantes, cereais e produtos de moagem, siderúrgicos, químicos orgânicos e inorgânicos e farmacêuticos.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.