• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Dívida » Bank of New York deve manter retenção de pagamento argentino

AFP - Agence France-Presse

Publicação: 06/08/2014 21:30 Atualização:

O juiz federal americano Thomas Griesa ordenou nesta quarta-feira ao Bank of New York (BNY) que continue a reter os pagamentos de bônus reestruturados da dívida argentina e afirmou que a entidade não pode ser responsabilizada por essa situação.

Nesse momento, a Argentina é considerada em "default parcial". "O BNY deve reter os fundos em suas contas do BCRA (Banco Central da República Argentina), esperando uma nova ordem deste tribunal e não deve fazer, ou permitir nenhuma transferência, salvo que seja ordenada pelo tribunal", afirma o texto de Griesa.

A sentença se aplica aos US$ 539 milhões depositados pela Argentina no BNY no final de junho para pagar juros dos bônus negociados em 2005 e 2010 e congelados de imediato por Griesa para forçar o país a chegar a um acordo com os fundos especulativos. Esses fundos ganharam um julgamento sobre uma dívida de US$ 1,33 bilhão pendente desde 2001.

"A Argentina não dará passos para interferir na retenção dos fundos", e o banco não tem "responsabilidade sobre o contrato que governa os bônus negociados, ou outra pessoa, ou entidade, por obedecer a ordem", acrescenta a nota.

A ordem mantém, sem alterações, a proposta formulada na sexta-feira passada na carta enviada ao juiz pelos fundos especulativos com o aval do BNY.

Argentina e os credores que aderiram à renegociação da dívida não aventaram a possibilidade de recorrer à justiça dos Estados Unidos ou a tribunais estrangeiros contra o BNY, que alega não poder desobedecer a resolução de Griesa.

O governo argentino argumenta que o dinheiro já depositado no banco não pertence mais à Argentina, e sim aos credores, o que impede o bloqueio imposto por Griesa.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.