• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Tributos » Comissão pede ampliação de depósitos a bancos pequenos

Agência Estado

Publicação: 06/08/2014 14:35 Atualização:

Parlamentares da Comissão de Tributação e Finanças da Câmara dos Deputados estiveram reunidos na manhã desta quarta-feira (6) com a diretoria e o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini. De acordo com o deputado Júlio César (PSD-PI), os políticos pediram a ampliação dos depósitos judiciais aos bancos médios e pequenos. Atualmente, segundo ele, há R$ 156 bilhões de recursos desse tipo apenas nas instituições oficiais. "É uma concorrência desleal, os bancos públicos já têm outros privilégios", pontuou. Além de Júlio César, participaram do encontro os deputados Pedro Eugênio (PT-PE) e Mário Feitoza (PMDB-CE), que é o presidente da comissão.

O deputado também relatou que os parlamentares admitiram a tentativa do BC de criar regras para que as tarifas bancárias não sejam tão altas para os clientes, mas que ainda há insatisfação por parte dos correntistas. Na avaliação dos políticos, as tarifas ainda são exorbitantes. "A cobrança de tarifas é uma indústria. Falei para os diretores que sempre ouço falar que o BC está mais do lado dos bancos do que do povo", disse.

Também fizeram parte da pauta temas como crédito consignado para empresas privadas e o 'Refis dos Bancos'. Os diretores do BC disseram aos deputados que não participaram das negociações, que teriam sido restritas à Receita Federal. O encontro do BC com a comissão é periódica e costuma ocorrer no Congresso. Hoje, foi realizado na sede do BC, em Brasília.

Neste momento, Tombini participa de almoço na Residência Oficial Britânica, em Brasília, com investidores. A Embaixada e o BC não vão fazer declarações sobre o encontro, segundo suas assessorias de imprensa.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.