• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Consumo » Em busca de promoções, brasileiros vão às compras nos Estados Unidos

Juliana Cavalcanti

Publicação: 02/08/2014 08:00 Atualização: 01/08/2014 23:16

Priscila Espinola aproveitou uma viagem com a família para Orlando para comprar vários itens do enxoval do bebê. Foto: Roberto Ramos/DP/D.A Press (Priscila Espinola aproveitou uma viagem com a família para Orlando para comprar vários itens do enxoval do bebê. Foto: Roberto Ramos/DP/D.A Press)
Priscila Espinola aproveitou uma viagem com a família para Orlando para comprar vários itens do enxoval do bebê. Foto: Roberto Ramos/DP/D.A Press
Uma prática que cada vez mais brasileiros estão fazendo é a de viajar para os Estados Unidos para realizar compras diversas. Apesar de o dólar não estar mais num patamar tão baixo, os preços de muitos itens na comparação com o mercado brasileiro acaba compensando os custos da viagem. Roupas, calçados, eletroeletrônicos e até enxovais completos estão na mira dos brasileiros que seguem principalmente para Miami, Orlando e Nova York.

Agosto é um dos meses preferidos dos brasileiros, que também seguem para a terra do Tio Sam nos meses de transição entre as estações do ano – de olho nas promoções. Novembro – época da tradicional promoção do período de Ação de Graças (data comemorada na cultura norte-americana) – também é outro mês bastante visado por quem planeja sair às compras nos Estados Unidos.

"Agosto é um mês interessante porque não é mais a altíssima estação e os Outlets ficam mais tranquilos. No mês de setembro tem o último final de semana do verão, com várias promoções e queima de estoques, e em novembro tem o 'Thanksgiving'", detalha Eduardo Costa, diretor da TAM Viagens do Shopping Recife.

Ele acrescenta que muitos dos clientes da empresa têm economizado durante o ano para renovar o guarda-roupa nos Estados Unidos; segundo ele, uma economia que em alguns casos pode chegar a mais de 50%.

Para compras, o principal destino é Orlando, na Flórida (onde há grande concentração de Outlets). Foi pra lá que a médica Priscila Espinola seguiu há três meses para fazer o enxoval do bebê que ela ainda nem esperava. "Eu e meu marido estávamos planejando e como eu já tinha viagem marcada, resolvi comprar vários itens que serão necessários", conta Priscila, grávida de dois meses.

Carrinho de bebê, babá eletrônica, conjunto de mamadeiras, pomada contra assadura, entre outros itens foram comprados por um total de US$ 1.200, o equivalente a R$ 2.800 na cotação da última sexta-feira (1º) – ou quase metade do preço do carrinho de bebê se fosse comprado no Brasil.

"Eu fiquei surpresa com a diferença de preço. O carrinho de bebê eu comprei por US$ 380 (R$ 890) e aqui achei um igual por R$ 4 mil. Alguns produtos eu comprei pela internet, no cartão de crédito, e pedi para entregarem no hotel onde fiquei hospedada. Nas lojas todo mundo fala português e orientam em tudo nas compras", completa Priscila Espinola – que pensa em viajar novamente até o fim da gestação para comprar outras coisas para o enxoval do bebê.

Carol Cursino, da Pontestur, planeja viagens de grupos para fazer compras nos destinos preferiodos pelos brasileiros nos Estados Unidos: Orlando, Miami e Nova York. Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press (Carol Cursino, da Pontestur, planeja viagens de grupos para fazer compras nos destinos preferiodos pelos brasileiros nos Estados Unidos: Orlando, Miami e Nova York. Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press)
Carol Cursino, da Pontestur, planeja viagens de grupos para fazer compras nos destinos preferiodos pelos brasileiros nos Estados Unidos: Orlando, Miami e Nova York. Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press
Carol Cursino, gerente o setor Internacional da Pontestur, diz que a procura pelos Estados Unidos é tanta que a agência chega a organizar grupos de excursões direcionados para compras no país.

"Temos grupos que seguirão no final de outubro, com pacotes que incluem passagem, hotel, city tour e também o espaço para compras. Para quem quiser ir de forma mais independente, mas comprar conosco o pacote também temos informações especiais sobre lojas, como alugar carro e também os endereços para colocar no GPS. Digo que é possível economizar pelo menos 50%, para quem se planeja", avalia.

A pessoa deve incluir nos custos da viagem as despesas com bilhetes aéreos, hospedagem e alimentação e se planejar com alguma antecedência – pois o turismo de compras também tem as melhores datas, que são concorridas.

O preço da passagem aérea tem variado entre US$ 800 e US$ 1 mil, mas em alguns casos de promoções pode até ser comprada por US$ 500 (depende da sorte do viajante).

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.