• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Posição » OSI Foods vai retirar do mercado alimentos da China

Agência Estado

Publicação: 27/07/2014 16:40 Atualização:

O grupo OSI, fornecedor de alimentos sediado nos Estados Unidos, disse que irá retirar do mercado todos os produtos manufaturados em sua unidade de Xangai, na China, para evitar que outras companhias de fast-food sejam prejudicadas, como aconteceu na China, Hong Kong e Japão.

As autoridades chinesas acusaram a subsidiária chinesa, a Husi Shanghai Food, de vender intencionalmente carne vencida para restaurantes. A Administração Municipal de Alimentos e Medicamentos de Xangai disse que a fornecedora falsificou as datas de fabricação de alguns produtos, como massa recheada com carne defumada, segundo reportou a agência de notícias Xinhua ontem. A polícia prendeu cinco empregados em meio as investigações.

"Para ajudar a reconstruir a confiança dos consumidores e clientes, assim como para cooperar com o processo de investigação oficial, vamos retirar todos os produtos manufaturados a partir da Husi Shanghai do mercado", disse a OSI em nota distribuída em seu website chinês ontem. O grupo OSI está conduzindo uma "investigação interna" sobre possíveis falhas na atual e anterior administração da companhia, acrescenta a nota.

Ao anunciar a retirada de produtos do mercado, a OSI busca lidar com acusações sobre a qualidade dos produtos oferecidos de clientes como McDonald's e a Yum Brands, controladora do Pizza Hut e KFC, que suspenderam as compras na semana passada. Não há relato de consumidores que tenham ficado doente. O Yum disse que não comprará mais produtos da OSI na China, Estados Unidos e Austrália.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.