• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Valor menor » PGR enviará recálculo de planos ao Supremo até segunda

Agência Estado

Publicação: 18/07/2014 13:52 Atualização:

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, informou nesta sexta-feira (18) que um novo parecer com o recálculo dos planos econômicos deverá ser encaminho até a próxima segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF). "A minha parte é devolver o processo que farei hoje ou na segunda-feira", afirmou Janot em encontro com jornalistas em Brasília. Questionado sobre quais são os novos valores que deverão constar no documento, o procurador-geral da República respondeu: "O que posso dizer é que diminuiu. Em quanto, estará no relatório".

O julgamento dos planos econômicos no STF havia sido retomado no fim de maio, mas foi adiado por tempo indeterminado após o PGR sinalizar que pode ter havido erro nos valores apresentados em um primeiro parecer da procuradoria. "Alguém apontou que teria havido um erro. Então pedi para o pessoal da técnica que tinha feito o cálculo para refazer e se houve o erro para apontá-lo, e dai a gente volta a trás", ressaltou Janot.

A PGR, com o adiamento do julgamento no STF, deu início a diligências para a elaboração de um novo parecer sobre os impactos dos Planos Cruzado, Bresser, Verão, Collor 1 e Collor 2 nas instituições financeiras.

A avaliação original dos técnicos da procuradoria era de que os bancos haviam obtido lucros de mais de R$ 400 bilhões com as mudanças monetárias. O governo e as instituições, no entanto, rebatem a informação e garantem que o valor não passaria de R$ 26 bilhões.

Sobre um prazo para votação no STF, Janot disse que essa previsão dependeria ainda dos relatores do processo na Suprema Corte. "Eu tenho primeiro de desincumbir o meu, devolver e liberar o processo", afirmou.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.