• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Sem penalidades » BC russo ajudará bancos afetados por sanções dos EUA

Agência Estado

Publicação: 17/07/2014 14:39 Atualização:

O banco central da Rússia informou que vai fornecer, se necessário, ajuda às instituições financeiras afetadas pelas sanções dos EUA, e destacou que os clientes não serão afetados pelas penalidades.

Washington ampliou a lista de entidades russas sob sanção ao incluir o Gazprombank, banco associado ao monopólio de gás Gazprom, e o Vnesheconombank (VEB), banco estatal de desenvolvimento que forneceu grande parte do apoio ao projeto dos Jogos Olímpicos de Sochi.

As sanções terão impacto limitado, afirmou o Banco da Rússia em comunicado, acrescentando que tomará as medidas necessárias para proteger os direitos dos clientes das duas instituições afetadas.

O Gazprombank minimizou o impacto das sanções ao dizer que as restrições não afetam suas operações e que o banco está operando normalmente. Pelas novas sanções impostas ontem pelos EUA a algumas empresas e cidadãos russos, o Gazprombank terá limitado seu acesso a ativos de médio e longo prazos provenientes de investidores e credores com laços nos EUA.

Embora as autoridades russas e as empresas inclusas na lista de sanções digam que não têm medo das penalidades, o conflito entre o Ocidente e Moscou está influenciando os mercados financeiros.

O Ministério das Finanças já avisou que as sanções terão um impacto negativo significativo sobre a economia, que neste ano caminha para seu menor crescimento em mais de uma década, com exceção de 2009, quando houve contração devido à crise global.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.