• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Boletim » Expansão do PIB em 2014 cai para 1,07%, prevê Focus

Agência Estado

Publicação: 07/07/2014 09:55 Atualização:

A previsão de crescimento da economia brasileira em 2014 recuou de 1,10% para 1,07% na pesquisa semanal Focus do Banco Central, divulgada nesta segunda-feira (7). Há quatro semanas, a expectativa era de 1,44%. Para 2015, a estimativa de expansão segue em 1,50% - um mês antes estava em 1,80%.

A projeção para o crescimento do setor industrial em 2014 também apresentou piora em relação a semana anterior, passou de uma retração de 0,14% para uma queda de 0,67%. Para 2015, passou de recuou de 2,20% para 2,10%. Quatro semanas antes, a Focus apontava estimativa de expansão de 0,96% para 2014 e de 2,25% em 2015 para o setor.

Os analistas corrigiram de 34,70% para 34,80% a previsão para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB em 2014. Há quatro semanas, estava em 34,85%. Para 2015, segue em 35% há três semanas. Um mês antes, a previsão era de 35,05%.

Transações correntes


O mercado financeiro manteve estável a previsão para o déficit em transações correntes em 2014. A pesquisa Focus mostra que a mediana das expectativas de saldo negativo na conta corrente, este ano, segue em US$ 80,00 bilhões há seis semanas. Para 2015, a previsão de déficit nas contas externas segue em US$ 75,00 bilhões há três semanas.

Na mesma pesquisa, economistas revisaram de US$ 2,01 bilhões para US$ 2,70 bilhões a estimativa de superávit comercial em 2014. Quatro semanas antes, estava em US$ 2,25 bilhões. Para 2015, a projeção segue em US$ 9,90 bilhões.

A pesquisa mostrou ainda que as estimativas para o ingresso de Investimento Estrangeiro Direto (IED), aquele voltado ao setor produtivo, segue em US$ 60,00 bilhões em 2014 há 13 semanas consecutivas. Para 2015, essa previsão caiu de US$ 55,60 bilhões para US$ 55,00 bilhões.

Selic

De acordo com a pesquisa Focus, a projeção do mercado para a taxa Selic segue em 11,00% ao ano para a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) de julho. Os analistas esperam que o BC mantenha esse nível até o início de 2015. Apenas no encontro de janeiro a diretoria da instituição voltaria a elevar os juros a expectativa é uma alta de 0,25 ponto porcentual, o que elevaria a Selic para 11,25% ao ano.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.