• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Plano de gastos » Orçamento da Alemanha exclui novas dívidas até 2018

Agência Estado

Publicação: 02/07/2014 13:46 Atualização:

O governo alemão definiu um plano de gastos para 2015 que, pela primeira vez desde 1969, não inclui novas dívidas, afirmou uma autoridade do governo.

Com a promessa de não assumir novas dívidas até 2018, o governo da chanceler da Alemanha, Angela Merkel, visa provar que a consolidação fiscal não prejudica o crescimento sustentável. Os planos orçamentários têm como base previsões de crescimento de 1 8% para este ano e 2% para 2015.

O texto, apresentado pelo gabinete do governo ao ministro de Finanças, Wolfgang Schäuble, limita os gastos federais a 299,5 bilhões de euros (US$ 409,91 bilhões). A meta de gastos este ano é de 296,5 bilhões de euros e, no ano passado, o governo gastou 307,8 bilhões de euros.

O Orçamento alemão tem como objetivo reduzir a dívida do país para abaixo de 60% do Produto Interno Bruto (PIB) em até dez anos, como requisitado pelas regras da União Europeia. O nível de dívida deve alcançar 76% do PIB este ano e, segundo previsões do Ministério de Finanças, deve cair para menos de 70% até o fim de 2017.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.