• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Investimentos » IED soma US$ 5,963 bilhões em maio e bate recorde

Agência Estado

Publicação: 24/06/2014 11:11 Atualização:

Os Investimentos Estrangeiros Diretos (IED) somaram US$ 5,963 bilhões em maio - recorde para o mês. Antes, o melhor resultado para o período havia sido em maio de 2013 (US$ 3,972 bilhões). O resultado do mês ainda ficou acima dos US$ 3,880 bilhões registrados no mesmo período do ano passado, informou nesta terça-feira, 24, o Banco Central.

O IED do mês ficou dentro do intervalo previsto, segundo levantamento do AE Projeções, que apontava entre US$ 4,0 bilhões e US$ 6,0 bilhões, mas acima da mediana, de US$ 5,050 bilhões.

No acumulado do ano, o IED soma US$ 25,340 bilhões (2,69% do PIB). No mesmo período do ano passado, o IED acumulado era de US$ 22,855 bilhões (2,49% do PIB).

Em 12 meses até maio, o IED está em US$ 66,531 bilhões, o que corresponde a 2,93% do PIB. A estimativa do BC para o IED em maio era de US$ 5,0 bilhões.

Dividendos

Ainda de acordo com o BC, o saldo de remessas de lucros e dividendos ficou negativo em US$ 2,356 bilhões em maio. As receitas (US$ 90 milhões) ficaram abaixo das remessas (US$ 2,446 bilhões) no mês passado. No mesmo período de 2013, o resultado foi uma saída líquida de US$ 2,363 bilhões. No acumulado de 2014 o saldo está negativo em US$ 11,324 bilhões, ante US$ 11,879 bilhões no mesmo período de 2013.

O BC informou ainda que as despesas líquidas com juros externos somaram US$ 599 milhões em maio e US$ 5,348 bilhões no acumulado do ano. Em 2013, o gasto com juros totalizou US$ 655 milhões em maio e US$ 4,856 bilhões nos primeiros cinco meses do ano.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.