• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Buenos Aires » Bolsa argentina reage com euforia a anúncio de negociação com fundos especulativos

AFP - Agence France-Presse

Publicação: 23/06/2014 14:30 Atualização:

As ações na Bolsa de Buenos Aires abriram nesta-segunda-feira (23) em forte alta, reagindo ao anúncio do governo argentino de que tentará negociar nesta semana o pagamento de 1,33 bilhão de dólares com fundos especulativos nos Estados Unidos.

O anúncio da presidente Cristina Kirchner de que pagará "a todos os credores", incluindo os "fundos abutres", como são chamados os fundos que compraram a dívida já em default, causou um avanço de 5,66% no principal índice da Bolsa de Buenos Aires a pouco menos de uma hora da abertura dos negócios.

No mercado cambial, o dólar oficial abriu estável e se manteve em 8,15 pesos para a venda. Ainda não se sabe a reação do dólar paralelo, que na semana passada superou os 12,30 pesos por dólar diante da tensão que tomou conta da Argentina como consequência da decisão judicial da Suprema Corte dos Estados Unidos, que confirmou uma posição favorável aos credores da dívida em moratória.

Nesta segunda-feira, a Argentina fará "uma apresentação formal ao juiz Thomas Griesa, solicitando condições de negociação justas e equitativas para 100% dos credores", informou em coletiva de imprensa o chefe de Gabinete, Jorge Capitanich.

Em uma corrida contra o tempo, a Argentina se vê obrigada a fechar um acordo para evitar um novo default na próxima segunda-feira, quando deve pagar 900 milhões de dólares aos credores que aceitaram a renegociação da dívida em 2005 e 2010. No entanto, esse pagamento não poderia ser feito em virtude das ameaças de embargos por parte dos fundos que litigam em Nova York sobre o dinheiro destinado a pagar os credores da dívida reestruturada.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.