• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Produção » Indústrias criam produtos exclusivos para o Nordeste

Rochelli Dantas - Diario de Pernambuco

Publicação: 20/06/2014 11:52 Atualização:

Perfumes da Natura são inspirados no Nordeste. Crédito: Natura/Divulgação
Perfumes da Natura são inspirados no Nordeste. Crédito: Natura/Divulgação

Suco em pó com sabores de graviola e cajá, sabão em barra com um cheiro mais forte de lavanda, margarina com coloração mais amarelada, mais cremosa e em pacotes maiores. Essas são algumas das opções disponíveis e distribuídas nas prateleiras dos supermercados e pontos de venda do Nordeste. Sim, são produtos exclusivos. As indústrias descobriram o potencial consumidor da região e decidiram agradar, e fisgar, esses clientes. O interesse é justificado pelo crescimento da classe média nos últimos anos, o que aumenta o poder de consumo. Em dez anos (de 2002 a 2012), a classe média nordestina cresceu 20%, segundo dados do Instituto Datapopular.

“O primordial é achar a oportunidade de crescimento de mercado e acreditamos que ele está no Nordeste. Por isso temos uma equipe focada na região há quase dez anos com o objetivo de entender melhor e conseguir alavancar o crescimento”, afirmou a diretora de marketing da Mondelez, Larissa Diniz. Na empresa, o primeiro produto lançado com este foco foi o suco em pó Tang nos sabores cajá e graviola. Os dois sabores representam juntos 9% do volume de Tang, segundo dados da empresa de consultoria Nielsen.

“Vale ressaltar que 57% do volume de vendas está concentrado em apenas cinco sabores que não esses. Então tem uma grande representatividade”, pontuou Larissa. A indústria também está lançando, com exclusividade para o Nordeste, o Trident unitário. A demanda surgiu após pesquisas que apontaram que 40% do mercado de goma está abaixo de R$ 1. A goma de mascar custa R$ 0,30. Já o pacote com cinco unidades custa R$ 1,30.

Na Natura, a inspiração do Nordeste está, principalmente, na perfumaria. “A nossa escola de perfumaria brasileira foi criada a partir de perfumes criados com hábitos e gostos dos nordestinos. A linha águas de Natura, por exemplo, que propõe a sensação de perfumação fresca vende no Nordeste mais do que o dobro que em outras regiões”, afirmou Daniel Silveira, diretor da unidade regional do Norte e Nordeste da Natura. As maquiagens mais fortes e resistentes a altas temperaturas também possuem cores inspiradas na região. “O Nordeste possui uma diversidade de cores que inspira. Além disso, a linha Una, tem traços de temperatura, de adaptação do clima e do povo”, destaca Silveira.

Influência

A cultura popular também tem influência direta nos produtos. De olho nesse nicho, a ASA Indústria desenvolveu misturas para bolos regionais como, por exemplo, Souza Leão, pé-de-moleque, milho. Além disso, existem o cuscuz com sabores. “O Nordeste hoje representa mais de 15% das vendas dos produtos da empresa. Também vendemos o sabão com fragrância de lavanda, uma escolha nordestina que tem uma aceitação enorme”, contou o gerente de Marketinga da ASA, Wagner Mendes.

De acordo com o gerente, a média de elaboração dos produtos é de seis meses. Já a consolidação no mercado leva de seis meses a um ano. “Há 18 anos fizemos uma pesquisa sobre hábitos de consumo nessa região porque já enxergava o potencial. A partir daí, demos início a criação dos produtos”, disse.

As margarinas também possuem uma característica própria no Nordeste. Por aqui, o produto precisa ter um gosto mais acentuado, ser mais cremosa, com uma coloração mais amarela e que seja resistente as altas temperaturas. “Foi daí que surgiu a Deline, marca exclusiva para o Norte e Nordeste”, explicou o gerente executivo da Deline, Luiz Franco.

O Norte e Nordeste do país respondem por 30% de todo o consumo brasileiro de margarinas. “Com o aumento da demanda, daremos início à realização de publicidades específicas para este público e a patrocínios de festas populares, a exemplo do São João de Caruaru”, contou Franco. A produção acontece na unidade da BR Foods, em Vitória de Santo Antão.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.