• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Municípios » Gestores do interior são capacitados para atração de investimentos

Rochelli Dantas - Diario de Pernambuco

Publicação: 17/06/2014 14:23 Atualização:

Gestores de 15 municípios foram capacitados para identificar as potencialidades e fraquezas dos municípios com foco na atração de investimentos. Os administradores concluíram a primeira etapa do Programa de Apoio aos Municípios para atração de Investimentos Privados, promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, em parceria com a Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper).

A primeira etapa foi dividida em quatro módulos, sendo as palestras ministradas pelo secretário executivo de Gestão do Desenvolvimento da SDEC, Roberto de Abreu e Lima. A segunda parte do programa será a tarefa de casa dos participantes: a partir de agora, os gestores têm cinco meses para por em prática todo o conteúdo dos debates. Após esse período, haverá uma avaliação técnica dos resultados obtidos por cada prefeitura, medindo as principais dificuldades e sucessos que tiveram no processo.

Participaram desta primeira edição do programa os municípios de Afogados da Ingazeira, Araripina, Arcoverde, Bezerros, Bom Jardim, Caruaru, Escada, Moreno, Palmares, Recife, Ribeirão, Rio Formoso, Salgueiro, São Caetano e Timbaúba. Os gestores desses municípios aprenderam a elaborar propostas de valor e como melhor apresentar a cidade para possíveis investidores.

Além disso, também foram capacitados sobre a venda de terrenos, áreas para implantação de empreendimentos e apoio às empresas que demonstrarem interesse em se instalar nesses locais.

Para 2015, já está prevista a realização da segunda edição do Programa de Apoio aos municípios para Atração de Investimentos Privados, quando outros 15 municípios pernambucanos serão selecionados para integrar o projeto. A seleção é feita com base no interesse dos municípios em participar da ação e de acordo com o atendimento de alguns critérios, como número de habitantes, distribuição espacial (é estabelecida uma cota por região para que todas as áreas do estado sejam contempladas) e existência de um secretário de desenvolvimento econômico no local.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.