• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Liquidações antecipadas » Copa do Mundo derruba vendas no Dia dos Namorados

Agência O Globo

Publicação: 11/06/2014 09:02 Atualização:

O Dia dos Namorados deste ano não vai ser igual ao que passou: o vermelho e preto das lingeries sensuais perderam espaço para o verde e amarelo da camisa da seleção; no lugar do motel e do vinho, a maioria das festas será regada a cerveja, em frente à tela da TV. Com jogo do Brasil em pleno 12 de junho, a Copa do Mundo está derrubando as vendas do Dia dos Namorados e das festas juninas, duas datas importantes para o comércio. Prova disso é o grande número de lojas antecipando liquidação, para evitar estoque encalhado.

No Shopping Rio Sul, por exemplo, a Ellus e a Swatch estão com desconto de 50%. Na Sandpiper produtos estão com preços fixos de R$ 19, R$ 29, R$ 39, R$ 49 e R$ 59. Também há promoções na Antonella, Mercatto, World Tenis, M.Martin, embora o período oficial de descontos do shopping ainda não tenha começado.

“O shopping não realiza liquidação nesse período, pois as marcas realizarão (a liquidação) após esta data do varejo”, disse Ana Gabriella Affonso, gerente de Marketing do RioSul.

Fecomércio-RJ: maioria não prevê alta de vendas

Movimento semelhante acontece no Tijuca Shopping, onde a Taco e a Outer estão oferecendo abatimento de 20%. A Borelli cortou os preços em 30%, e a Mr. Cat está com descontos progressivos, de acordo com o número de itens comprados. No Boulevard Rio Shopping, em Vila Isabel, a Zinzane reduziu os preços em até 70%, a Enjoy em até 60% e a Folic montou bazar com itens até 80% mais baratos. A rede de lojas Farm é outra que entrou em liquidação e cortou preços em até 40%.

“Não há clima de Dia dos Namorados. Desde o fim de semana, quando as vendas para a data realmente esquentam, o fluxo de clientes é normal. A gente vende, mas é mais para o dia a dia. Além disso, no dia 12, tradicionalmente, as vendas sobem muito. Mas este ano, por causa do jogo, isso não vai acontecer: o shopping vai fechar às 16h e reabrir só às 20h”, diz Sheila Küster, gerente da loja Hope do Botafogo Praia Shopping.

Uma pesquisa realizada pela Fecomércio-RJ em 21 municípios do estado na última semana de maio mostra que a maioria dos lojistas (51%) espera que vendas menores ou iguais ao do Dia dos Namorados do ano passado e apenas 48,5% acreditam que o faturamento vá subir.

Dono de duas franquias da Hope, André Carvalho Rodrigues, explica que no setor de lingerie, o 12 de junho é a terceira data mais importante do ano, atrás apenas do Natal e do Dias das Mães. Mas na loja do Rio Design Barra, as vendas estão 15% abaixo do resultado de 2013 e 25% aquém da expectativa de crescimento. Já na filial do Botafogo Praia Shopping, as vendas cresceram 1% sobre o ano passado, mas estão 14% abaixo do esperado. Em meio ao clima morno, a saída foi apostar na Copa. Amanhã, em pleno dia 12 de junho, a lingerie sexy da vitrine dará lugar a conjuntos em verde e amarelo.

“Desde a sexta-feira passada, as peças para a Copa, que já estão na loja há mais de um mês, começaram a sair. Quem sabe a comemoração não é em verde e amarelo?”, diz ele.

Entre os lojistas da Saara, região de comércio popular e principal polo de vendas de artigos para festa da cidade, a constatação é a mesma.

“Só estão vendendo artigos para Copa do Mundo. Nem esses estavam saindo tanto, mas esta semana deu uma melhorada. Para festa junina, não se vende nada, está tudo parado”, conta Ênio Bittencourt, presidente da Saara.

Acostumados a lidar com filas de espera no Dia dos Namorados, donos de restaurantes e motéis também estão desanimados.

“Estamos preocupados. O Dia dos Namorados é uma data muito importante, da hora do almoço até a madrugada. Nossa campanha é para que os casais comemorem 11 e 12, para ver se, juntando os dois dias, a gente consegue o faturamento de ao menos um”, diz Darcílio Junqueira, superintendente do Sindrio, o sindicato das empresas do setor.

A mesma estratégia foi adotada pela Flores Online. Uma das participantes do "Movimento 11", campanha para que os casais antecipem a festa para hoje, a empresa oferece 11% de desconto em vários buquês e chocolates.

Andréa Galvão, dona das multimarcas Espaço Flor e Espaço Mini, no shopping Barra World, lembra que o desânimo com a economia também está segurando o consumidor.

“A economia está numa retração absurda. Vai ser o Dia dos Namorados perfeito para os homens: assistindo ao futebol. Na loja infantil, as peças para festa junina deveriam estar com vendas a todo vapor, mas a saída é muito pequena.”

Andréa reclama das liquidações fora de época. “O inverno nem começou oficialmente, e já há lojas dando descontos de 60%. É a liquidação do desespero. Assim, não dá. Estou com o estoque cheio de peças de frio e não dá para concorrer.”

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.