• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Enfraquecimento » OCDE indica ritmo mais fraco de crescimento do Brasil

Agência Estado

Publicação: 10/06/2014 09:29 Atualização:

Os indicadores antecedentes continuaram a indicar em abril que o ritmo de crescimento está se enfraquecendo em boa parte das grandes economias emergentes, de acordo com informações da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O resultado do Brasil caiu para 98,5 em abril, de 98,6 em março, e da Rússia recuou para 99,2, de 99,3. O dado da China e da Índia ficaram estáveis em 98,6 e 97,9 em abril, respectivamente. Os números das quatro economias ficaram abaixo da marca de 100,00, o que indica que o crescimento econômico deve ficar abaixo da taxa de tendência.

Os indicadores antecedentes "continuam a sugerir que o ritmo de crescimento está enfraquecendo na maioria das grandes economias emergentes", disse a organização. "Para a OCDE como um todo, e para os EUA, os indicadores sinalizam ímpeto estável de crescimento".

O dado para 34 membros da OCDE permaneceu inalterada em 100,6 em abril e ficou estável para os EUA (100,5), o Reino Unido (101,1) e a França (100,3). Os indicadores antecedentes para a Alemanha, o Canadá e Japão recuaram, embora a OCDE tenha dito que, para o país oriental, a "interrupção no seu ritmo de crescimento" pode estar relacionada a um aumento no imposto sobre vendas. Todos permaneceram acima 100,00.

O resultado da Itália voltou a subir, de 101,4 para 101,6, e agora aponta para uma "mudança positiva no ímpeto". Isso apoiou a leitura para a zona euro como um todo, que também sinalizou uma recuperação em crescimento. Os indicadores antecedentes do bloco ficaram em 101,1.

Os indicadores antecedentes da OCDE têm como objetivo fornecer sinais antecipados de pontos de viragem entre a expansão e desaceleração da atividade econômica e são baseados em uma ampla variedade de dados que têm um histórico de sinalização de mudanças na atividade econômica.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.