• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Irregularidades sanitárias » Vigilância Sanitária do Recife interdita mais um supermercado em Água Fria

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 10/06/2014 09:19 Atualização:

No dia em que a Vigilância Sanitária do Recife promoveu um encontro entre os representantes de supermercados do Recife para oferecer orientações de respeito às normas sanitárias, mais um supermercado foi vistoriado e interditado, na noite de ontem (9). Desta vez, o estabelecimento fechado foi o Kipreço, localizado em Água Fria, Zona Norte do Recife.

De acordo com a Vigilância Sanitária, o supermercado não oferecia condições higiênico-sanitárias adequadas para funcionar e vai ficar fechado por tempo indeterminado. Na inspeção, foram inutilizados 70 quilos de produtos alimentícios impróprios para o consumo humano.

Segundo o órgão de fiscalização, entre as irregularidades foram encontrados alimentos vencidos, carnes com características organolépticas (cor, cheiro e textura) alteradas, embalagens danificadas por roedores e presença de baratas e fezes de rato.

“Os freezers estavam em péssimas condições de higiene e com temperatura inadequada, causando a má conservação dos alimentos”, afirmou Luciana Cavalcanti, inspetora da Unidade de Resposta Rápida da Visa.

Tanto as baratas quanto as fezes de roedores encontrados no local, pela equipe da Visa, foram localizados no interior da loja, onde os consumidores circulam, e no depósito. “Essas são situações graves, que provocaram a interdição total da loja”, explicou Luciana. “Vai permanecer fechado até o supermercado sanar todas as irregularidades”, completou.

Além da interdição, o Kipreço vai responder a um processo administrativo e deve pagar uma multa à Vigilância Sanitária, que varia de R$ 40 a R$ 400 mil. A direção do estabelecimento não se pronunciou a respeito da interdição. Até o momento, as operações da Vigilância Sanitária no Grande Recife (Recife, Camaragibe, Cabo de Santo Agostinho e Olinda) somam 34 visitas a estebelecimentos varejistas, com 27 interdições totais, três parciais e quatro notificações/autuações.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.