• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Mundial » Ministro de Minas e Energia garante que não faltará energia na Copa

Agência Brasil

Publicação: 09/06/2014 21:18 Atualização:

Preocupado em garantir o suprimento de energia durante a Copa do Mundo, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, convocou todas as distribuidoras e transmissoras de energia elétrica e do Sistema Eletrobras das 12 cidades-sede para uma reunião, nesta segunda-feira (9), em Brasília. Eles fizeram um balanço final das obras do setor e das estratégias que serão adotadas durante o Mundial, que começa em três dias.

No fim do encontro, o ministro afirmou que não haverá nenhum problema de fornecimento no período. “Energia temos para suprir todas essas fontes, mas queríamos que viessem todos aqui para que, conjuntamente, isso pudesse ser confirmado”, disse Lobão.

De acordo com o Ministério de Minas e Energia, desde 2010, quando foi criado o grupo de trabalho que desenvolveu as ações da Copa, foram feitas mais de 200 obras nas cidades-sede, atendendo ao que foi estabelecido em acordos firmados com a Federação Internacional de Futebol (Fifa).

Nos últimos meses, a garantia do suprimento chegou a ser questionada. Uma nota técnica do ministério apontou, no fim de abril, “atrasos significativos” nas obras em Porto Alegre, Belo Horizonte, Curitiba e Manaus. Questionado sobre esses atrasos, o ministro disse que “os problemas foram resolvidos”.

Dentre as medidas adotadas para garantir o suprimento no Mundial, estão o reforço no fornecimento de energia para os bairros vizinhos aos espaços oficiais da Copa e a preparação dos estádios das cidades-sede, que agora contam com dupla alimentação de energia elétrica, informou o grupo de trabalho.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.