• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Fiscalização » Vigilância Santitária orienta representantes de supermercados da RMR

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 09/06/2014 19:08 Atualização: 09/06/2014 19:25

A Vigilância Sanitária do Recife promoveu nesta segunda-feira (9) uma reunião com representantes de redes de supermercado da Região Metropolitana para reforçar as exigências sanitárias que devem ser cumpridas pelos estabelecimentos. O encontro foi realizado no auditório do Hospital Osvaldo Cruz e teve a participação de pelo menos 150 pessoas.

Foi entregue aos representantes dos supermercados uma lista com 120 itens que precisam ser cumpridos e estão na legislação. "Apresentamos um balanço da operação e divulgamos uma espécie de ‘check list’, com uma lista de verificação para que eles façam uma auto-avaliação constante. Na verdade, a lei exige que os estabelecimentos tenham um responsável técnico e essas exigências estão na lei e precisam ser cumpridas", explica Geise Belo, chefe do setor de Controle de Alimentos e Produtos da Vigilância Sanitária do Recife.

Ela lembra que desde 2010 a Vigilância Sanitária vem intensificando as fiscalizações e fazendo um trabalho de orientação e que o aumento das denúncias têm feito as fiscalizações serem mais frequentes. "A gente fiscaliza e dá a licença, que é anual. Os supermercados precisam manter os padrões que apresentaram na hora de obter as licenças. Não pode ser apenas uma maquiagem", alerta a Geise Belo.

Ela destaca que os consumidores, além de denunciarem, também podem contribuir com a organização dos supermercados. "Tem gente que pega um produto na área de frios, desiste de levar e larga em qualquer lugar. As empresas precisam ter quem recolha os produtos, mas as pessoas também podem ajudar, devolvendo nos lugares certos", completa, ressaltando que as fiscalizações vão continuar.

Até o dia 5 de junho, as Vigilâncias Sanitárias já tinham feito 33 operações, com 26 interdições totais e três interdições parciais. Quatro estabelecimentos foram notificados e/ou autuados.

As operações foram realizadas no Recife, em Olinda, no Cabo de Santo Agostinho e em Camaragibe. As operações têm sido realizadas em parceria com o Procon-PE.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.