• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Armazenamento » ONS prevê nível de reservatórios em 37,1% no SE e CO

Agência Estado

Publicação: 09/06/2014 13:37 Atualização:

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) elevou a previsão dos níveis de armazenamento dos reservatórios do Sudeste/Centro-Oeste ao final de junho. A primeira revisão do Programa Mensal de Operação (PMO) de junho aponta que o valor esperado para os reservatórios da região no dia 30/6 está em 37 1%, 2,1 pontos porcentuais acima da projeção apresentada na semana passada.

A visão em relação aos reservatórios da região Sul também é mais otimista. O valor esperado para o final de junho foi revisado de 77,1% para 93%. Com um melhor cenário hidrográfico na região, o ONS pretende explorar as disponibilidades energéticas da usina de Itaipu, localizada no Paraná na divisa com o Paraguai.

No caso das regiões Nordeste e Norte, por outro lado, os números estimados foram ajustados para baixo. Nos reservatórios da região Nordeste, houve redução de 37,4% para 36,8%. Na região Norte, a redução foi de 92,8% para 92,6%.

Caso considerados ajustes na política de operação do sistema, caracterizados como níveis de armazenamento operativos, a projeção para a região SE/CO em 30 de junho foi elevada de 36,1% para 37,1%. A estimativa para a região Nordeste, por outro lado, foi reduzida de 37,1% para 36,7%.

O ONS destaca no documento, o qual abrange o período de 7 a 13 de junho, que as vazões naturais previstas para a próxima semana "apresentam-se em ascensão em relação às verificadas na semana em curso", fruto da passagem de uma frente fria. Ela ocasionará chuva fraca na bacia do rio Paranapanema e no trecho incremental à usina hidrelétrica de Itaipu. "O valor previsto de Energia Natural Afluente (ENA) para a próxima semana, em relação à média de longo termo (MLT), é de 99% da MLT, sendo armazenável 98% da MLT", destaca o documento.

A mesma situação deve ser registrada no subsistema Sul, onde a passagem de uma frente fria no início da semana ocasiona chuva fraca a moderada nas bacias dos rios Iguaçu e Uruguai, e chuva fraca na bacia do rio Jacuí. Nos subsistemas Nordeste e Norte, por outro lado, a previsão indica menor volume de chuvas na próxima semana, o que explica a visão menos otimista do operador em relação ao nível de armazenagem nestes sistemas até o final de junho.

Com mais chuva nos subsistemas Sudeste/Centro-Oeste e Sul, o valor dos Custos Marginais de Operação (CMO) passou de R$ 578 98/MWh para R$ 351,35/MWh nas regiões SE/CO, NE e N, e de R$ 578 45/MWh para R$ 251,96/MWh na região Sul, segundo o ONS.

Na sexta-feira, 6, a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) divulgou o cálculo do Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) para o período de 7 a 13 de junho de 2014, com queda nos valores nos submercados Sudeste/Centro-Oeste, Nordeste e Norte e no submercado Sul. No caso do primeiro, houve redução de 45%, para R$ 318,60/MWh. Já na região Sul, a queda foi de 62% para R$ 220,29/MWh.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.