• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Veículos » Presidente da Fiat quer menos IPI para veículos

Agência Estado

Publicação: 05/06/2014 14:25 Atualização:

O presidente da Fiat do Brasil, Cledorvino Belini, disse ao Broadcast que o governo deveria reduzir o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre a aquisição de automóveis e não elevar a alíquota como está previsto para o mês que vem. Segundo ele, o setor tem a maior carga tributária do mundo. "Para avançarmos, temos de revisar a carga tributária", disse.

Belini afirmou que a redução do IPI aumenta a elasticidade da demanda. Ontem, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, sinalizou que haverá um aumento da alíquota de IPI para automóveis a partir de 1º de julho, embora em uma escala menor que o previsto. Pelo cronograma inicial, as alíquotas do imposto - que foram reduzidas para enfrentar a crise mundial - voltariam ao patamar original no segundo semestre desse ano.

Belini garantiu que existe demanda para aquisição de automóveis, mas que o conservadorismo dos bancos na aprovação dos financiamentos tem inibido os negócios. "Os bancos estão conservadores na liberação do crédito", afirmou. Mantega também sinalizou ontem que o pacote de medidas em estudo no governo para estimular o crédito para aquisição de automóveis pode não ser concretizado. Belini participa da reunião do Conselho de Desenvolvimento, Econômico e Social (CDES), o chamado "Conselhão". O executivo disse que também viu a declaração de Mantega, de que o setor precisa caminhar com as próprias pernas - como "parte do jogo empresarial".

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.