• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Fidens » Trabalhadores bloqueiam acesso a Suape em protesto a não pagamento de salários

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 04/06/2014 09:58 Atualização: 04/06/2014 15:05

Trabalhadores da Fidens bloqueiam as vias de acesso a Suape. Foto: Allan Torres Esp. DP/D.A press
Trabalhadores da Fidens bloqueiam as vias de acesso a Suape. Foto: Allan Torres Esp. DP/D.A press
Cerca de 850 funcionários da Fidens, que presta serviço à Refinaria Abreu e Lima estão bloqueando as três principais vias de acesso ao complexo portuário de Suape nesta quarta-feira (04). Eles reivindicam regularização do pagamento pela empresa, do setor de montagem. Os trabalhadores alegam que não recebem salários há dois meses e que as demissões ocorridas em abril aconteceram sem aviso prévio. Eles também exigem o recebimento de rescisões trabalhistas. De acordo com cálculos feitos pelos funcionários, a Fidens deveria R$ 38 milhões de reais em verbas recisórias.

Na noite da terça-feira (3), houve uma reunião em Ipojuca para tentar resolver o impasse, mas não houve acordo. Isso motivou os trabalhadores a bloquearem as vias de Suape desde as 5h desta quarta-feira.

Foto: Allan Torres Esp. DP/D.A press
Foto: Allan Torres Esp. DP/D.A press
O clima em Suape no momento é de tensão. Os bombeiros e o Batalhão de Choque já se encontram no local, e a Polícia Militar está a caminho. A orientação do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem em Geral no Estado de Pernambuco (Sintepav-PE) é de que os trabalhadores continuem com o movimento enquanto o impasse for mantido.

Com informações do repórter Augusto Freitas, do Diario

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.