• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Mudança » IBGE revisa alta do PIB de 2013 para 2,5%

Agência Estado

Publicação: 30/05/2014 10:53 Atualização:

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revisou a alta do Produto Interno Bruto (PIB) de 2013 ante 2012 para 2 5%, ante crescimento de 2,3% na leitura inicial. A nova taxa decorre da incorporação dos dados da nova série da Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física (PIM-PF), que conta com mais produtos e informantes e começou a ser divulgada no início deste mês.

A revisão no PIB do ano de 2013 ocorreu devido a mudanças nos resultados de todos os trimestres do ano passado. Nas taxas com ajuste sazonal (ante o trimestre imediatamente anterior), a alta do quarto trimestre passou para 0,4% (+0,7% na leitura inicial). No terceiro trimestre, a queda foi menos intensa, de -0,3% (ante -0,5% na leitura inicial).

Ainda nos dados com ajuste, a taxa do segundo trimestre foi revista para +1,6% (de +1,8% na leitura inicial), enquanto o resultado do primeiro trimestre de 2013 ante o quarto trimestre de 2012 passou para +0,4% (antes, era apontada em 0,0%).

Na comparação em relação a igual trimestre do ano anterior, o crescimento da atividade no quarto trimestre de 2013 passou a 2 2%, de 1,9% na leitura inicial. No terceiro trimestre do ano passado ante igual período de 2012, a revisão foi para +2,4%, de +2,2%.

No segundo trimestre de 2013, a alta ficou em +3,5%, de +3,3% ante o segundo trimestre de 2012. No primeiro trimestre do ano passado, a alta passou para 1,9%, antes verificada em +1,8%, na mesma base.

Indústria

O IBGE também revisou o resultado do PIB industrial em 2013. A taxa de crescimento aumentou de 1,3% para 1,7%, com a incorporação dos resultados da nova metodologia da PIM-PF.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.