• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Falha sanitárias » Nova operação interdita por cinco dias supermercado Extra de Boa Viagem

Augusto Freitas

Publicação: 28/05/2014 09:05 Atualização: 28/05/2014 14:23

Unidade do Extra em Boa Viagem apresentou as mesmas falhas encontradas pela fiscalização em outras operações realizadas no Recife (Procon-PE/Divulgação)
Unidade do Extra em Boa Viagem apresentou as mesmas falhas encontradas pela fiscalização em outras operações realizadas no Recife
O setor varejista de supermercados no Grande Recife continua agonizando. Em mais uma operação de fiscalização realizada nos estabelecimentos da capital pernambucana, na manhã desta quarta-feira (28), fiscais da Vigilância Sanitária do Recife e do Procon-PE interditaram por cinco dias mais um supermercado na Zona Sul: o Extra, localizado na Avenida Conselheiro Aguiar, próximo à pracinha de Boa Viagem.

Saiba mais...
Vigilância Sanitária pede interdição do Extra da Conselheiro Aguiar Procon-PE e Vigilância Sanitária interditam supermercado Atacadão da Avenida Pan Nordestina, em Olinda Procon-PE e Vigilância Sanitária interditam supermercado Pague Menos em Camaragibe Bompreço dos Aflitos é inspecionado pela Vigilância Sanitária Vigilância e Procon-PE notificam Bompreço dos Aflitos Vigilância Sanitária de Olinda interdita Supermercado Popular, em Jardim Atlântico, por tempo indeterminado Vigilância Sanitária e Procon-PE interditam por quatro dias supermercado Bompreço em Boa Viagem Vigilância Sanitária e Procon-PE interditam por quatro dias outro supermercado da rede Bompreço em Boa Viagem Reincidente, supermercado Extrabom de Boa Viagem é interditado por cinco dias pela Vigilância Sanitária e Procon-PE Procon-PE e Vigilância Sanitária interditam por cinco dias o supermercado Carrefour, na Torre Supermercados Todo Dia e Kennedy são interditados por cinco dias pelo Procon-PE e Vigilância Sanitária de Olinda Vigilância e Procon-PE interditam por cinco dias supermercados Frutão e Sttyllo, em Campo Grande Vigilância Sanitária e Procon-PE voltam a interditar o Bompreço de Casa Amarela por dois dias Vigilância Sanitária e Procon-PE interditam por cinco dias supermercado Deskontão, na Ceasa Procon-PE e Vigilância Sanitária batem recorde e interditam três supermercados em um só dia no Recife Segunda inspeção da Vigilância Sanitária e do Procon-PE interdita supermercado Arco-Íris, no Ipsep
A inspeção, feita em conjunto com representantes do Ministério Público do Estado de Pernambuco (MPPE), Agência de Defesa Agropecuária de Pernambuco (Adagro-PE), Instituto de Pesos e Medidas (Ipem-PE) e Delegacia do Consumidor encontrou mercadorias com prazo de validade vencido, alimentos estragados, condições precárias de higiene em um depósito de insumos descontrole do sistema de combate às pragas. Segundo os órgãos, mais de 200 quilos de alimentos impróprios para o consumo foram confiscados. As multas nesse tipo de crime contra o consumidor podem chegar a R$ 2 milhões e o estabelecimento responde um processo administrativo. 

“Causa constrangimento para nós interditarmos mais um estabelecimento por irregularidades sanitárias por que gostaríamos de mostrar a boa qualidade dos produtos vendidos e serviços que estes supermercados prestam aos consumidores, mas não é o que está acontecendo. Constatamos aqui no Extra uma total falta de respeito aos clientes, por isso interditamos o estabelecimento para que ele cumpra as exigências sanitárias”, explicou José Rangel, coordenador geral do Procon-PE.

De acordo com a Vigilância Sanitária, o gerente da unidade foi conduzido à Delegacia do Consumidor para prestar esclarecimentos sobre as condições de funcionamento do local, um procedimento de praxe realizado em cada operação como esta.

A reportagem do Diario procurou a direção da rede Extra para saber uma resposta sobre a interdição. Em nota enviada pela assessoria de comunicação, o grupo informou que "pauta suas ações no respeito às leis vigentes e possui rigoroso procedimento para garantir a qualidade dos produtos comercializados em suas lojas, com um departamento exclusivamente voltado para segurança alimentar".

Além disso, o comunicado diz que "todos os pontos levantados pelos órgãos competentes já estão sendo corrigidos e a empresa está tomando as medidas para que o fato não volte a ocorrer".

O último estabelecimento interditado durante a operação de fiscalização realizada no Grande Recife havia sido o supermercado Bompreço, que fica bem próximo ao Extra, fechado hoje, no último dia 20. No mesmo dia, a rede RM Express também teve a unidade de Setúbal vistoriada, com a interdição parcial da loja (padaria e açougue), por algumas falhas sanitárias.

Com a interdição de hoje, subiu para 23 o número de supermercados interditados totalmente ou parcialmente pelo Procon-PE e Vigilância Sanitária no Grande Recife. Além da capital, Olinda, Camaragibe e Cabo de Santo Agostinho também tiveram estabelecimentos fechados.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.