• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Bradesco » Banco Central deve interromper alta do juro

Agência Estado

Publicação: 25/05/2014 15:47 Atualização:

A combinação de dados mais fracos de atividade com a desaceleração da inflação na margem - a inflação ao consumidor desacelerou o ritmo de alta de 0,78% em abril para 0,58% em maio pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor 15 (IPCA-15) - deve levar o Banco Central (BC) a interromper o ciclo de alta da taxa básica de juros (Selic) na quarta-feira (28).

É o que prevê em relatório distribuído a clientes do Bradesco o diretor de Pesquisas Econômicas da instituição, Octavio de Barros. "A desaceleração recente da inflação ao consumidor e os dados mais fracos de atividade econômica no País deverão levar o Banco Central a interromper o ciclo de aperto monetário, em decisão a ser anunciada na reunião da quarta-feira", prevê o economista.

"Dado que a autoridade monetária já realizou um ajuste expressivo na taxa Selic desde abril de 2013, acreditamos que os juros serão mantidos em 11%, ao menos para avaliar o efeito do aumento de 3,75 pontos porcentuais empreendido até o momento sobre a inflação e a atividade econômica", acrescenta Barros.

Nesse sentido, segundo ele, a divulgação do PIB referente ao primeiro trimestre deste ano, na sexta-feira, 30, deverá confirmar a expectativa do Bradesco de desaceleração da economia no período. "Projetamos crescimento de 0,2% em relação ao último trimestre de 2013. No entanto, mais importante que o resultado em si, a revisão na série histórica será o destaque dessa divulgação", previu o diretor do Bradesco.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.