• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Investimento » BNDES aprova crédito de R$ 95,8 milhões para MGO Rodovias

Agência Estado

Publicação: 23/05/2014 13:52 Atualização:

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou R$ 95,8 milhões à Concessionária de Rodovias Minas Gerais Goiás S/A (MGO Rodovias) através de empréstimo-ponte para investimentos no trecho de 436,6 km da BR-050. Concedido em novembro de 2013 como parte do Programa de Investimentos em Logística (PIL), o trecho da rodovia entre Minas Gerais e Goiás terá 218,5 km duplicados, comunicou o banco de fomento, em nota. As cinco rodovias concedidas no ano passado receberão seus empréstimos-ponte até julho, como antecipou o Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, na última terça-feira (20).

O trecho concedido à MGO Rodovias é uma das principais ligações entre o Distrito Federal e o Estado de São Paulo, cortando municípios do Triângulo Mineiro. A rodovia se conecta com a Via Anhanguera, corredor que se estende até a Região Metropolitana de São Paulo e, através do sistema Via Anchieta-Rodovia dos Imigrantes, ao Porto de Santos.

A maior parte dos investimentos previstos em contrato se concentra nos primeiros cinco anos de concessão. Os recursos do empréstimo-ponte terão como destino os trabalhos de ampliação de capacidade e melhorias na rodovia, que incluem ainda a implantação de vias marginais, viadutos, passagens inferiores, trevos em nível, correções de traçado, passarelas, melhorias em acessos, barreiras divisórias em pistas e pórticos.

Segundo o BNDES, a empresa estima que serão gerados dois mil empregos temporários indiretos durante a execução das obras. Na operação da rodovia, a concessionária prevê a contratação de um quadro permanente de 680 funcionários.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.