• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Reforço » Empresas aéreas terão 500 aviões para atender demanda da Copa

AE

Publicação: 22/05/2014 16:09 Atualização: 22/05/2014 16:51

As companhias aéreas brasileiras (TAM, Gol e Avianca) terão 67 mil voos para atender a forte demanda para as cidades-sedes da Copa do Mundo. Serão 500 aviões no ar e 7,2 mil assentos disponibilizados durante todo o período da competição, informou nesta quinta-feira a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear). A 20 dias do início da copa e com muitas obras ainda em andamento nos aeroportos, o presidente da Abear, Eduardo Sanovicz, disse esperar que a capacidade dos terminais seja suficiente para atender ao aumento de 31% no volume de operações em relação à malha aérea regular.

"As companhias vêm trabalhando em conjunto com autoridades e empresas do setor para que as mudanças nos terminais estejam concluídas dentro dos prazos determinados. Esperamos que na Copa a capacidade dos aeroportos seja plena para garantir o bom andamento do evento", afirmou Sanovicz, durante entrevista na sede da entidade.

Segundo o executivo da Abear, as empresas anteciparam a manutenção das aeronaves e remanejaram o cronograma de férias das tripulações e equipes de solo para garantir as escalas de trabalhos completas entre junho e julho. Além disso, realocaram funcionários para as regiões onde a demanda será maior e contrataram duas mil pessoas para atender o aumento da demanda na Copa.

Além das obras e do início de operações dos novos aeroportos, as aéreas também estão preocupadas com às questões climáticas comuns no inverno e que atingem pousos e decolagens dos terminais do Sul do país (Salgado Filho, em Porto Alegre, e Afonso Pena, em Curitiba, e Guarulhos e Congonhas, em São Paulo). Para isso, a Abear, junto com Anac e órgãos de controle do espaço aéreo e Infraero, estão reparando um plano de contingência para atuar em casos emergenciais.

"A meta é prever aeroportos alternados caso haja impossibilidade de pouso ou decolagem em terminais mais expostos a intempéries comuns no inverno", explicou Sanovicz, lembrando que a Abear distribuirá aos passageiros estrangeiros que estarão chegando para os jogos um guia com orientações e dicas para a compra de passagens mais baratas.

A Abear também informou que a demanda doméstica cresceu 8,2% em abril na comparação com o mesmo mês de 2013. A taxa de ocupação ficou em 80% nos primeiros quatro meses do ano, com 27,3 milhões de passageiros embarcados em voos nacionais e internacionais entre janeiro e abril. Somente no mês de abril, o número de passageiros embarcados somou 6,4 milhões, alta de 2,2% ante abril de 2013.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.