• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Novo nome » Cachaça mineira "João Andante" perde processo e muda para "O Andante"

Agência Estado

Publicação: 20/05/2014 11:29 Atualização:

Um das cachaças mais tradicionais do mercado brasileiro vai mudar de nome. A mineira João Andante passará a se chamar “O Andante” após a empresa perder um processo judicial para a gigante mundial Diageo, dona da marca de uísque Johnnie Walker, uma das mais consumidas no Brasil e no mundo.

A “João Andante” foi criada em 2008 e recentemente recebeu uma acusação de plágio pela Diageo. O caso foi parar no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi), órgão que monitora e registra patentes. A Diageo acusava a empresa mineira de utilizar o nome João Andante como sendo uma tradução literal da marca de uísque e de o rótulo do produto trazer o desenho de um personagem semelhante ao da Johnnie Walker, um lorde inglês, com chapéu e bengala, caminhando.

O rótulo da “João Andante” tem o desenho que mistura o matuto Jeca-Tatu, um dos personagens de maior sucesso criados pelo escritor Monteiro Lobato, e o andarilho Juquinha, um antigo morador que ficou famoso na Serra do Cipó, em Minas Gerais. A diferença para o chapéu e a bengala do uísque está na trouxa de roupas nas costas. No rótulo novo, as pernas do personagem foram cortadas.

Na disputa, a Diageo ganhou o processo em primeira instância, mas a empresa mineira já informou que vai recorrer da decisão. Por enquanto, porém, não poderá usar o nome João Andante em novos rótulos. Garrafas antigas do produto ainda estão à venda por todo o país e a empresa prevê que o estoque vai durar cerca de 60 dias. A garrafa “antiga” é vendida por R$ 76,90.

O lançamento da “nova” garrafa ocorrerá nesta semana, durante a Expocachaça, em Belo Horizonte (MG), com o preço de mercado de R$ 62,90. Segundo a direção da empresa mineira, uma das explicações para a diferença de preço é que a nova marca é produzida por outro fornecedor e em maior quantidade. A produção, no entanto, vai aumentar, já que a nova cachaça terá um total de 10 mil litros por mês, seis mil a mais da antiga “João Andante”.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.