• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Supostas fraudes » Vaticano denunciou 202 transações financeiras suspeitas em 2013

AFP - Agence France-Presse

Publicação: 19/05/2014 13:41 Atualização:

O Vaticano denunciou 202 transações financeiras suspeitas durante o ano de 2013 à Autoridade de Informação Financeira da Santa Sé (AIF), indicou nesta segunda-feira (19) o diretor do órgão do Vaticano que garante a transparência financeira interna.

Apenas cinco dos casos relatados foram encaminhados ao Ministério Público do Vaticano, informou em uma coletiva de imprensa o diretor do AIF, o suíço René Brülhart. A agência, criada pelo Papa Bento XVI para prevenir e combater a lavagem de dinheiro sujo e o financiamento do terrorismo nas instituições financeiras do Vaticano, entrou em ação em 2011 e a cada ano deve apresentar um relatório sobre as suas atividades.

O número de casos notificados multiplicaram desde que a entidade começou a operar, passando de 1 a 6 em 2012 para 202 em 2013. "Isso não quer dizer que houve um aumento das infrações, mas que melhoramos o sistema de sinalização. Há mais consciência", disse Brülhart.

"Devemos distinguir entre suspeita e prova. Um caso é relatado como suspeito quando não cumpre alguns dos parâmetros estabelecidos" pelas normas internacionais, acrescentou. O elevado número de casos tem sido atribuído ao novo sistema de controle, mais grave e eficaz, dentro do Instituto para as Obras de Religião (IOR), mais conhecido como Banco do Vaticano. No final de 2013, o Papa Francisco decidiu reforçar os poderes do AIF.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.