• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Comércio » Brasil diz que Mercosul apresentará proposta à UE em 'semanas'

AFP - Agence France-Presse

Publicação: 16/05/2014 20:32 Atualização:

O chanceler brasileiro Luiz Alberto Figueiredo garantiu nesta sexta-feira (16) em Montevidéu que o Mercosul está na "etapa final" de preparação da proposta que apresentará à União Europeia (UE) para um acordo comercial e acredita que o documento estará pronto em "semanas".

"Estamos bastante adiantados na preparação da proposta que vamos levar à UE", afirmou Figueiredo em coletiva de imprensa, depois de um encontro em Montevidéu com seu colega uruguaio, Luis Almagro.

"Estamos na etapa final de concretização desta proposta. Eu diria que é coisa de semanas, e não de meses", acrescentou. "O que precisamos é de contato entre os membros do Mercosul, mas estamos muito próximos e muito confiantes de que o faremos o mais rápido possível".

O intercâmbio de propostas entre a UE e o bloco sul-americano (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, já que a Venezuela, último país incorporado, não participa das negociações) estava previsto para dezembro de 2013, mas a UE pediu que fosse adiado para janeiro de 2014.

Após uma suspensão de seis anos, a UE e o Mercosul retomaram em 2010 as negociações para fechar um acordo de livre comércio, mas as negociações atrasaram, principalmente, devido às medidas protecionistas adotadas pela Argentina -denunciadas pelos Estados Unidos e pela UE na Organização Mundial de Comércio (OMC)- e à suspensão temporária do Paraguai do bloco em 2012, em resposta à destituição do então presidente Fernando Lugo.

Figueiredo viajou nesta sexta ao Uruguai para participar da segunda reunião do Grupo de Alto Nível (GAN) Uruguai-Brasil, estabelecido pelos presidentes José Mujica e Dilma Rousseff em 2012 e que busca promover, por meio de ações concretas, integração produtiva, projetos bilaterais e cooperação.

Em março deste ano, os dois países assinaram a ampliação do acordo de complementação econômica para o intercâmbio comercial, um acordo de integração produtiva da indústria naval e off-shore Uruguai-Brasil e um memorando para o intercâmbio de informações de previdência social.

O grupo "é uma expressão clara e concreta do excelente momento por que passam as relações dos dois países", afirmou Figueiredo. "É um exemplo de uma integração densa, profunda, respeitosa e em benefício da população dos dois países". "É uma cooperação paradigmática, porque queremos que seja um exemplo para outras no Mercosul", enfatizou. O Brasil é o principal destino das exportações uruguaias, com cerca de 20% do total.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.