• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

IBGE » Vendas do varejo caíram 0,5% em março, segundo o IBGE

Agência Estado

Publicação: 15/05/2014 10:01 Atualização:

As vendas do comércio varejista restrito caíram 0,5% em março sobre fevereiro, na série com ajuste sazonal, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta quinta-feira (15). O resultado veio dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções, que esperavam desde uma queda de 1,60% a uma alta de 0,70%, com mediana estável.

Na comparação com março do ano passado, sem ajuste sazonal, as vendas do varejo recuaram 1,1% em março deste ano. Nesse confronto, as projeções variaram no intervalo de queda de 3,3% e alta de 2%, com mediana de 0,5%. Até março, as vendas do varejo restrito acumulam altas de 4,5% no ano e de 4,5% nos últimos 12 meses.

Quanto ao varejo ampliado, que inclui as atividades de material de construção e de veículos, as vendas caíram 1,2% em março ante fevereiro, na série com ajuste sazonal. O resultado veio dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções, que esperavam desde queda de 2,5% a alta de 0,2%, com mediana negativa de 0,7%.

Na comparação com março do ano passado, sem ajuste, as vendas do varejo ampliado tiveram baixa de 5,7% em março deste ano. Nesse confronto, as projeções indicavam queda entre 3% e 6,7%, com mediana negativa de 4,7%. Até março, as vendas do comércio varejista ampliado acumulam altas de 2,1% no ano e de 3,2% nos últimos 12 meses.

O índice de média móvel trimestral das vendas do comércio varejista restrito ficou estável no trimestre encerrado em março. No varejo ampliado, o índice de média móvel trimestral das vendas caiu 0,3% no período.

Trimestre

No primeiro trimestre do ano, as vendas no comércio varejista restrito subiram 0,4% em relação ao último trimestre de 2013, na série com ajuste sazonal. O resultado veio dentro do intervalo das estimativas dos analistas de 19 instituições ouvidos pelo AE Projeções, que esperavam alta entre 0,30% e 0,90%, com mediana de 0,60%.

Na comparação com o primeiro trimestre do ano passado, sem ajuste sazonal, as vendas do varejo tiveram alta de 4,5% nos primeiros três meses deste ano. Nesse confronto, as projeções de 19 casas variavam entre altas de 4,30% e 5,00%, com mediana de 4 70%.

Quanto ao varejo ampliado, que inclui as atividades de material de construção e de veículos, as vendas caíram 0,2% em no primeiro trimestre de 2014 em relação ao último trimestre de 2013, na série com ajuste sazonal. O resultado veio dentro do intervalo das estimativas dos analistas de 14 casas ouvidos pelo AE Projeções, que esperavam desde queda de 2,00% a alta de 2,70% com mediana positiva de 0,20%.

Na comparação com o primeiro trimestre do ano passado, sem ajuste, as vendas do varejo ampliado tiveram alta de 2,1% nos três primeiros meses deste ano. Nesse confronto, as projeções de 14 instituições variavam entre recuo de 1,70% e crescimento de 3 90%, com mediana de 2,45%.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.