• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Salários atrasados » Novo protesto em Suape complica trânsito na entrada do Complexo de Suape

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 12/05/2014 10:18 Atualização: 12/05/2014 11:29

Uma nova mobilização de trabalhadores terceirizados realizada na manhã desta segunda-feira (12) causa transtornos no trânsito de acesso ao Complexo Portuário de Suape, em Ipojuca. Desta vez, o protesto está sendo feito por funcionários de uma empresa especializada em montagem industrial que presta serviços à Petroquímica Suape (PQS).

O bloqueio, montado na PE-09, na Avenida Portuária, em um local conhecido como Curva do Boi, foi iniciado por cerca de 30 funcionários, mas já há adesão de um número maior de operários. O 18º Batalhão de Polícia Militar confirmou que quatro pessoas foram detidas durante a manifestação. Em represária aos incidentes e detenções, três ônibus foram incendiados, informação confirmada pela Polícia Militar e Corpo de Bombeiros de Pernambuco. Usuários do WhatsApp do Diario também enviaram imagens do protesto. 

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem em Geral no Estado de Pernambuco (Sintepav-PE), o grupo de trabalhadores reivindica o pagamento dos salários de abril, que deveria ter sido creditado na conta bancária no último dia 7, cinco dias atrás. Até o momento, a remuneração dos operários não tem previsão de ser paga.   

A situação, conforme informou o coordenador de fiscalização do Sintepav-PE, Leodelson Bastos, é semelhante aos trabalhadores da empresa Jaraguá, que prestam serviços à Refinaria Abreu e Lima (Rnest) e há uma semana também fecharam os acessos ao Porto de Suape reivindicando o pagamento de quase dois meses de salários atrasados, entre outros itens.

“A empresa prestadora de serviços à Petroquímica alega que tem faturas a receber, por isso não realizou o pagamento dos trabalhadores. Já a Petroquímica diz que está sem verba para repassar à empresa. É o mesmo ciclo da Jaraguá, com a diferença no tempo do salário atrasado. O departamento jurídico do Sintepav-PE está estudando as providências cabíveis para ingressar uma ação trabalhista na 2ª Vara do Trabalho de Ipojuca e resolver a questão dos trabalhadores”, disse Bastos.  

O Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) também informou que desde a sexta-feira (9) a corporação havia sido avisada sobre a possível manifestação no local. Até o momento, a empresa terceirizada envolvida na questão e a Petroquímica Suape não se manifestaram sobre a causa e o protesto.

Mais informações em instantes

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.