• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Novos conselheiros » Eletrobras veta candidato à CCEE

Agência Estado

Publicação: 06/05/2014 10:12 Atualização:

A votação para eleger os novos conselheiros da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) foi suspensa ontem (5), por divergência entre o Fórum das Associações do Setor Elétrico (Fase) e a Eletrobras. O motivo da discórdia foi a indicação de Julião Coelho, ex-diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), para ocupar uma das vagas.

A estatal não concordou com o nome uma vez que já tinha um outro candidato para a mesma cadeira: Christiano Vieira da Silva, atual assessor da diretoria da Aneel. Diante do impasse, os agentes do setor pediram o adiamento da assembleia para a semana que vem, mas a Eletrobrás estava irredutível. A decisão foi para votação e 44,58% dos presentes decidiram suspender a reunião (13% se abstiveram de votar).

Fontes ligadas ao processo de seleção dos candidatos afirmam que até a última sexta-feira (2) o Fase tentou falar com a Eletrobras sobre as indicações, mas não teve sucesso. O nome de Vieira da Silva foi uma surpresa para os representantes do Fórum - a chapa deles incluía ainda a advogada e atual gerente executiva jurídica da CCEE, Solange David, e Roberto Castro, diretor de Comercialização e Regulação do Grupo CPFL.

Para executivos do setor, o veto ao nome de Coelho se deve a decisões contrárias ao governo enquanto estava na Aneel. Outro nome que chegou a ser cotado foi o de Edvaldo Santana, também ex-diretor da Aneel. O governo vetou a indicação dele logo no início. Desde que saiu da agência, Santana tem feito críticas a várias medidas adotadas pelo governo, como o corte na conta de luz. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.