• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Energia » Escassez de chuva fez consumo de gás natural bater recorde de 23 anos

Agência Brasil

Publicação: 05/05/2014 18:08 Atualização:

A escassez de chuva que vem levando o país a uma dependência cada vez maior da energia proveniente das usinas termelétricas fez com que o consumo de gás natural apresentasse, em março  a maior demanda desde o início da comercialização do insumo no país, há 23 anos.

Dados do levantamento estatístico mensal da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), divulgado nesta segunda (5), indicam que o consumo de gás natural registrou em março aumento de 2,5% na comparação com fevereiro. Em comparação a março do ano passado a alta é  maior: 7,4%.

Para a Abegás não há dúvidas: o recorde histórico registrado no mês de março, com a média de 74,6 milhões de metros cúbicos por dia, “foi puxado pela manutenção do despacho termoelétrico”.

O consumo residencial também registrou em março crescimento significativo em relação a fevereiro: 21,9%, Quando comparado a março do ano passado, porém, este aumento é 6,2%. Já o segmento industrial continua em trajetória de retomada do crescimento, com um aumento de 5,3% quando comparado ao mesmo período de 2013. Em relação ao mês de fevereiro deste ano, no entanto, o aumento é de apenas 0,5%.

A Abegás sustenta que, “em virtude da atual situação hidrológica do país, com reservatórios muito abaixo dos níveis esperados para o período, as térmicas a gás continuam despachando para garantir o atendimento à demanda crescente por energia elétrica. Com isto, o segmento de geração elétrica apresentou aumento de 5,8%, na comparação com fevereiro de 2014 e 22,9%, em relação ao mesmo período do ano passado.

Em março, o consumo de gás natural foi 2,76% em relação a fevereiro e 9,4% em comparação ao mesmo período de 2013. Já o consumo do gás natural veicular (GNV), destinado ao segmento automotivo apresentou retração de 3,7%, na comparação com fevereiro deste ano e 4,3%, em relação a março de 2013.

O levantamento da Abegás constatou, ainda, que o número de consumidores cresceu 9%, chegando a 2,4 milhões de clientes em todo o país. A região Sudeste concentra o maior consumo de gás natural, com uma demanda média diária de 51,6 milhões de metros cúbicos m3; seguida do Nordeste, com 10,1 milhões m3. A Região Sul consumiu 6,6 milhões m3 por dia; a Norte 3,4 milhões; e a Centro-Oeste 2,6 milhões m3 por dia.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.