• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Região criou 22 mil novas vagas » Número de desempregados na Eurozona registra leve queda em março

AFP - Agence France-Presse

Publicação: 02/05/2014 16:00 Atualização:

O número de desempregados caiu levemente em março na Eurozona em relação a fevereiro, com uma taxa de 11,8%, segundo números publicados nesta sexta-feira (2) pelo escritório europeu de estatísticas Eurostat.

Nos 18 países da Eurozona existiam em março 18,913 milhões de desempregados, 22.000 a menos que no mês anterior. O índice de 11,8% de desocupados permanece, no entanto, estável desde o mês de dezembro, indica a Eurostat, que revisou em baixa os dados dos meses anteriores.

A Eurostat havia indicado que a taxa de desemprego na zona do euro foi de 11,9% em fevereiro e de 12% em janeiro, mas o escritório de estatísticas verifica regularmente os seus dados. Em comparação a março de 2013, a zona euro tem 316.000 desempregados a menos. Há um ano, a taxa de desemprego era de 12%.

Os países com as taxas de desemprego mais elevadas são a Grécia (26,7% em janeiro) e a Espanha, com 25,3% em março. Este país registrou o mesmo ritmo em fevereiro, 25,5% em janeiro e 25,6% em dezembro.

As nações da união monetária com menor desemprego são Áustria (4,9%), Alemanha (5,1%) e Luxemburgo (6,1%).

Em termos de evolução do desemprego, as altas mais sensíveis em um ano ocorreram no Chipre (14,8% para 17,4%), Holanda (6,4% para 7,2%) e Itália (12 a 12,7%). Inversamente, as principais baixas foram registradas em Portugal (17,4% para 15,2%) e Irlanda (13,7% para 11,8%).

O desemprego entre os jovens com menos de 25 anos de idade retrocedeu ligeiramente e afetava 3,426 milhões de pessoas em março na Eurozona, 166 mil a menos que no ano anterior. Isto representa uma taxa de desemprego juvenil de 23,7%, contra 24% em março de 2013.

O desemprego entre os jovens continua a ser um flagelo na Grécia (56,8 % em janeiro) e na Espanha (53,9%), embora a taxa tenha diminuído ligeiramente nos dois países desde março de 2013. Por outro lado, os países com menor desemprego entre os jovens são Alemanha (7,8%), Áustria (9,5%) e Holanda (11,3%).

Em toda a União Europeia (UE), o desemprego nos 28 países que a integram afetava em março 25,699 milhões de pessoas, o equivalente a uma taxa de 10,5%. O número de desempregados na UE diminuiu 66.000 em relação a fevereiro e 929 mil em um ano.

Em comparação, a taxa de desemprego nos Estados Unidos em março de 2014 foi de 6,7%, estável face ao mês anterior, mas em baixa, quando comparada com os 7,5% de março de 2013.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.