• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Portugal » Milhares de portugueses protestam contra austeridade no Dia do Trabalho

AFP - Agence France-Presse

Publicação: 01/05/2014 16:05 Atualização:

Milhares de pessoas protestaram na tarde desta quinta-feira (1º) em Lisboa e nas principais cidades portuguesas contra as políticas de austeridade, por ocasião do Dia do Trabalho.

Os manifestantes, que gritavam "basta de políticas de austeridade", "é preciso lutar contra os que nos roubam" ou "Fascismo, nunca mais", levavam cravos vermelhos, símbolo da Revolução de Abril, que marcou o fim da ditadura salazarista em 1974.

"Não se pode esquecer que há exatamente 40 anos os portugueses celebraram seu primeiro Dia do Trabalho em liberdade", afirmou Raquel Varela, que participou do protesto com seus filhos.

A tradicional manifestação de 1º de Maio se transformou em um protesto contra as políticas de austeridade do governo em troca dos recursos concedidos pela troica (União Europeia, Fundo Monetário Internacional e Banco Central Europeu).

Portugal celebrou no dia 25 de abril o 40º aniversário do fim da ditadura de António Oliveira Salazar. Milhares de portugueses participaram do tradicional desfile na Avenida da Liberdade, em Lisboa, no que também se tornou um ato contra a austeridade.

No dia 25 de abril de 1974, os portugueses deixavam para trás 48 anos da ditadura liderada por Salazar até 1968 e, depois, por seu sucessor Marcelo Caetano.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.