• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Levantamento » Consumidor mantém pessimismo pelo terceiro mês consecutivo

Agência Brasil

Publicação: 28/04/2014 17:16 Atualização:

A confiança do consumidor ficou em baixa em abril, pelo terceiro mês consecutivo. O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor, divulgado nesta segunda-feira (28) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), ficou em 108,7 pontos. O patamar está estável em relação ao registrado nos meses de fevereiro e março deste ano, e 3% inferior ao de abril de 2013. Os participantes da pesquisa mostraram-se pessimistas principalmente em relação à renda e às compras de maior valor. Por outro lado, a preocupação com inflação, desemprego e endividamento foi menor.

Segundo o levantamento da CNI, as expectativas do consumidor em relação à inflação e ao desemprego ficaram em 97,3 e 116,5 pontos em abril, crescendo, respectivamente, 1,5% e 2,5% na comparação com março. Quanto maior a pontuação atingida, mais otimistas estão os participantes. Apesar da melhora mensal, com relação a 2013, a expectativa quanto à inflação piorou 7,8% e, quanto ao desemprego, 11,3%. O índice relativo ao endividamento atingiu 105,2 pontos em abril, 1,3% melhor do que no mês passado e estável ante o ano anterior.

Os índices de expectativa de renda pessoal e de compras de maior valor pioraram em abril. O ítem renda ficou em 108,4 pontos, com queda de 1,9% em relação a março, e recuo de 2,4% ante igual período de 2013. O índice relativo a compras, que atingiu 113,5 pontos, piorou 1,9% seu desempenho no mês retrasado, mas melhorou 1,1% na comparação com igual intervalo do ano passado. A pesquisa, feita em parceria com o Ibope, ouviu 2002 pessoas em 140 municípios, entre 10 e 14 de abril.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.