• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Turismo » Apenas 12% das passagens ofertadas para Copa foram vendidas

Agência O Globo

Publicação: 15/04/2014 19:00 Atualização:

O ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Moreira Franco, divulgou nesta terça-feira (15) que foram vendidas até o momento apenas 12% das 11,5 milhões de passagens aéreas ofertadas no país para o período de 6 de junho a 16 julho, na Copa. Segundo a SAC, o volume de passagens ofertado é 10% maior do que do mesmo período no ano passado. O ministro destacou que a oferta destina-se a todo o país e não só às cidades-sede da competição e que foi ampliada para prevenir a pressão por aumentos de preço.

Moreira Franco afirmou também que os aeroportos de Guarulhos, em São Paulo, e Viracopos, em Campinas, deverão estar prontos maio. Já o de Brasília deverá ter uma nova ala inaugurada amanhã. O único aeroporto do país que utilizará terminal provisório na Copa, de acordo com o ministro, será o de Fortaleza. Ele afirmou que a Infraero tomará medidas contra os consórcios vencedores das licitações de ampliação de aeroportos que não cumpriram os prazos.

Moreira Franco anunciou o plano operacional para o funcionamento dos aeroportos e do tráfego aéreo no país durante a Copa. O chamado sistema coordenado, com maior rigor no controle dos voos ? até as vagas para estacionamento nos pátios dos aeroportos serão monitoradas -, atingirá 90 aeroportos. Nesse grupo, estão 16 bases aéreas da Aeronáutica e 29 aeroportos classificados como prioritários, já que ficam nas 12 cidades-sede ou num raio de 200 quilômetros delas.

O número de vagas nos pátios dos aeroportos será ampliado em 123% no período da competição, passando das atuais 1.329 para 2.970 vagas. Os aeroportos das cidades-sede terão aumento de 209% no número de funcionários de todos os órgãos públicos envolvidos.

A coordenação central será realizada a partir do Rio de Janeiro, no Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea, órgão da Força Aérea Brasileira. A sala de comando e controle funcionará 24 horas por dia, de 5 de junho a 16 de julho. Ou seja, antes, durante e depois da Copa.

Ontem tiveram início simulações de coordenação que serão realizadas em 23 aeroportos. A primeira ocorreu no aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

"Estamos preparados para atender os brasileiros e os estrangeiros que vierem ao Brasil para a Copa", disse Moreira Franco.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.