• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Inflaçao alta » Governo suspende temporariamente aumento de impostos para os fabricantes de cosméticos

Agência O Globo

Publicação: 10/04/2014 08:53 Atualização:

A equipe econômica tem enfrentado dificuldades para bancar a ajuda extra de R$ 4 bilhões do Tesouro Nacional ao setor elétrico. Diante da inflação alta, os técnicos do governo suspenderam temporariamente o aumento da carga tributária para os fabricantes de cosméticos, e agora passam um pente fino em praticamente todos os setores para ajustar a tributação e ver se conseguem gerar mais receitas sem pressionar os índices de preços.

“Não queremos simplesmente aumentar os impostos. Estamos passando um pente fino em tudo para ver o que pode ser feito para adequar a tributação e assim conseguir mais receitas”, explicou um integrante da equipe econômica.

A decisão de adiar a cobrança de mais impostos para cosméticos foi tomada depois que fabricantes desses produtos informaram ao governo que a medida teria impacto sobre os preços, o que pressionaria a inflação, e sobre os empregos.

“Decidimos avaliar com mais cuidado para ver o impacto que a medida teria sobre empregos, competitividade e preços. Mas isso não quer dizer que não façamos nunca. Podemos aumentar a carga daqui a dois ou três meses”, disse o técnico.

A medida resultaria numa arrecadação adicional de R$ 2 bilhões. Segundo os técnicos, no entanto, uma mudança que ainda pode ser adotada é a elevação do PIS/Cofins que incide sobre produtos importados.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.