• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Notificado » Vigilância Sanitária encontra alimentos descongelados no Makro da Avenida Recife

Publicação: 09/04/2014 08:42 Atualização: 09/04/2014 13:48

Foto: Augusto Freitas/DP/D.A Press
Foto: Augusto Freitas/DP/D.A Press
Fiscais da Vigilância Sanitária do Recife estiveram, na manhã desta quarta-feira, no supermercado Makro, localizado na Avenida Recife, em Jardim São Paulo.O estabelecimento foi notificado por apresentar irregularidades nas ilhas de coingelamento. De acordo com a inspeção, produtos alimentícios, como hamburgues estariam descongelados. O gerente do supermercado foi encaminhado para a Delegacia do Consumidor para prestar esclarecimentos.

Na semana passada, fiscais da Vigilância, Procon de Pernambuco, Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Instituto de Pesos e Medidas (Ipem-PE) e Delegacia do Consumidor fecharam o supermercado Bompreço do bairro de Casa Amarela, zona norte do Recife. Nas primeiras horas de atividade já foram encontradas irregularidades como baratas nas gôndolas de verduras e a mistura de alimentos como carnes, queijos e iogurte na câmera fria, quando o indicado é o armazenamento em separado.De acordo com a chefe da Vigilância Sanitária, Adeílza Ferraz, o supermecado deve ser interditado.

A operação já passou por diversos estabelecimentos do Recife, sempre encontrando desrespeito à saúde do consumidor. Na quinta-feira da semana passad, o Extrabom de Casa Amaela foi interditado. No local foram encontrados alimentos estragados e impróprios para o consumo, vencimento expirado e equipamentos de conservação e refrigeração com a temperatura em desacordo com as normas sanitárias. A vistoria também constatou a presença de insetos próximo aos alimentos e condições precárias de higiene.


De acordo com a Vigilância Sanitária, carnes de boi, frango, charque e presuntos, no setor de frios do Extrabom, não apresentavam condições de consumo. Já no setor de panificação, as irregularidades foram constatadas em pães e na farinha de milho (com prazo de validade expirado). No grupo de cereais, a mesma ocorrência: vencimento adulterado e venda de insumos impróprios.

No supermercado Carrefour, na Avenida Domingos Ferreira, em Boa Viagem foram encontrados cerca de 200 quilos de alimentos impróprios para o consumo confiscados pelo órgão e uma interdição por três dias até que os problemas sejam sanados.A operação flagrou alimentos estragados, com prazos de validade expirados, produtos revalidados (novas datas sobre rótulos antigos) e equipamentos de refrigeração em desacordo com as normas, além de temperaturas impróprias para a conservação. O flagrante nos frios e laticínios do Carrefour apontou produtos com coloração fora do padrão de consumo em carnes de boi e frango, salsichas, bacalhau, peixes e crustáceos.

O Extra, da Avenida João de Barros recebeu cinco dias de interdição. Já o Pão de Açúcar da Avenida Rosa e Silva teve o setor de refeições interditado Ambos os estabelecimentos, que funcioam no Espinheiro, também foram autuados na semana passada durante a mesma operação de fiscalização.

Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.