• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Certificação » Peças de motos terão selo do Inmetro

Agência O Globo

Publicação: 07/04/2014 15:02 Atualização:

As peças de reposição para motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos e quadriciclos - como escapamentos, correntes de transmissão, coroas e pinhões - serão certificadas compulsoriamente pelo Instituto Nacional de Metrologia (Inmetro). A portaria 123/2014 pretende garantir requisitos mínimos de segurança e coibir a venda de peças de baixa qualidade no mercado brasileiro, informou Leonardo Rocha, chefe da Divisão de Regulamentação Técnica e Programas de Avaliação da Conformidade do Inmetro (Dipac).

O prazo para adaptação do mercado à nova norma é longo. Fabricantes e importadores deverão certificar seus produtos, em organismos acreditados pelo Inmetro, até 19 de setembro de 2015. Será aceita a comercialização de itens sem o selo pelos produtores ao comércio até 19 de março de 2016. No varejo, produtos enquadrados na nova regulamentação nas prateleiras só serão exigidos a partir de 2017.

O Inmetro ressalta a urgência da medida apoiado pelo relatório de "Evolução da Frota de Automóveis e Motos no Brasil", do Observatório das Metrópoles do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia, que mostra um avanço na frota de motocicletas de 339,5% no país entre 2001 e 2012, . Hoje são 18.114.464 circulando nas ruas, segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.