• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Encontro » Redes sociais no mundo empresarial são tema do evento Le Fil Day

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 04/04/2014 16:53 Atualização: 04/04/2014 17:29

O coordenador de redes sociais da Fiat, Alan Leite, disse que a montadora aposta no mundo digital há três anos e que o retorno é positivo. Foto: Sávio Gabriel/Esp.DP/D.A Press
O coordenador de redes sociais da Fiat, Alan Leite, disse que a montadora aposta no mundo digital há três anos e que o retorno é positivo. Foto: Sávio Gabriel/Esp.DP/D.A Press
Com a proliferação das redes sociais, as empresas precisam enxergar o mundo digital como uma janela de divulgação junto aos consumidores. Nesta sexta-feira (4), executivos que atuam em diversas áreas tiveram a oportunidade de conhecer experiências reais de organizações que apostaram na comunicação digital e puderam entender um pouco mais sobre as vantagens em investir nessa prática.

O evento, intitulado Le Fil Day, contou com a presença da analista de marketing da Moura Dubeux, Eduarda Dubeux, do coordenador de redes sociais da Fiat, Alan Leite, e do diretor da consultoria Bites, Manoel Fernandes. Eles falaram sobre a implantação da cultura digital nas empresas e mostraram casos reais de sucesso.

“Somos muito novos nesse ramo. Passamos a investir no mundo digital no ano passado”, explicou Eduarda. Segundo ela, foi preciso uma preparação adequada antes de apostar na web. “Nós fizemos diagnósticos, um estudo de percepção de mercado. Queríamos entrar na rede com um diferencial frente aos nossos concorrentes”, afirmou. A analista lembrou, ainda, que os processos de atendimento foram pensados com muita cautela. “Quando recebemos alguma demanda via redes sociais, o tempo de resposta é de até quatro horas. Prezamos pela máxima atenção aos nossos clientes, já que eles adquiriram produtos de alto valor agregado”, disse.

Segundo ela, apesar do pouco tempo no mundo digital, a Moura Dubeux pretende utilizar a página oficial para efetivar vendas. “Nosso site não será apenas um portfólio dos nossos empreendimentos. A expectativa é que até 10% de nossas vendas sejam feitas pelo ambiente digital”, estimou.

Na avaliação de Alan Leite, da Fiat, implantar a cultura digital na montadora foi um desafio. “Era preciso convencer os executivos de que a prática traria retorno, tanto em visibilidade quanto em faturamento”. Para isso, foram contratadas empresas que atuaram diretamente no processo de inserção no mundo digital. “Mais que a multiplicidade de canais de atendimento, era preciso atuar em rede”.

A prática, segundo ele, vem dando certo. Ele citou alguns casos de sucesso da montadora, como a repercussão durante a visita do Papa Francisco, que utilizou um automóvel da montadora e a visibilidade que a Fiat teve na web durante os protestos ocorridos no ano passado.

Para Manoel Fernandes, da Bites, um dos ingredientes de sucesso no mundo digital é a integração de dados. “Não adianta apenas possuir dados. É preciso saber como cruzá-los com outras informações para ter um cenário mais completo sobre o comportamento do consumidor”, afirma. “Aliado a isso, é preciso de um olhar humano bem apurado. No fim das contas, o grande diferencial está aí”, completou.

“Os encontros são importantes para discutir como o mundo digital pode beneficiar o desenvolvimento das empresas”, avaliou Socorro Macedo, diretora executiva da consultoria Le Fil, que organiza O evento, intitulado Le Fil Day, acontece há sete anos e já contou com mais de dois mil participantes durante esse período.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.