• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Combustível » Porto de Suape bate recorde em movimentação

Rochelli Dantas - Diario de Pernambuco

Publicação: 02/04/2014 20:23 Atualização: 02/04/2014 20:44

Este ano, a previsão é de que 14 milhões de toneladas de granéis líquidos sejam movimentados no Porto de Suape (Ricardo Fernandes/DP/D.A Press)
Este ano, a previsão é de que 14 milhões de toneladas de granéis líquidos sejam movimentados no Porto de Suape
O Porto de Suape bateu recorde na movimentação de granéis líquidos, como derivados de petróleo e álcool, neste primeiro trimestre. No período, houve um incremento de 70% neste tipo de movimentação em comparação ao mesmo período do ano passado, segundo balanço apresentado durante a 20ª Intermodal South America, feira do setor de logística que acontece em São Paulo.

O resultado impulsionou um incremento de 43% na movimentação total de cargas no porto de janeiro a março de 2014. A previsão é de que esta demanda cresça ainda mais nos próximos cinco anos. Isso porque, quando a Refinaria Abreu e Lima estiver em plena operação, a movimentação de granéis sólidos no ancoradouro crescerá 100%. Apenas o empreendimento movimentará 15 milhões de toneladas do produto ao ano. Este ano, a previsão é de que 14 milhões de toneladas de granéis líquidos sejam movimentados.

De acordo com o vice-presidente do Complexo Industrial Portuário de Suape, Caio Ramos, o aumento do volume de granéis líquidos movimentados neste primeiro trimestre está relacionado a algumas obras que vem sendo realizadas no local desde o ano passado. "Demos início as obras do PGL2, hoje o píer de maior capacidade de movimentação. Neste caso, estamos trocando os dutos de oito polegadas por outros de maior capacidade, que poderão quadruplicar a vazão dos derivados de petróleo. Com isso, a produtividade da operação dos navios aumentará em 35%. A previsão é de que as obras estejam concluídas em maio", disse.

Recentemente, também foi concluída a reforma do Píer de granéis Sólidos 1 (PGL1). Com isso, a Capitania dos Portos liberou a operação de dois navios de 200 metros de comprimento e 45 mil toneladas de porte bruto de uma só vez. Assim, a previsão é de que haja uma redução de 20% no tempo de espera para atracação de navio no píer. "Também estamos recebendo mais navios que realização operações ship to ship (de transbordo de carga) de combustíveis", pontuou.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.