• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Orçamento » Funcionários protestam contra corte de verba do IBGE

Agência Brasil

Publicação: 01/04/2014 17:06 Atualização:

Funcionários do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) protestam em todo o país contra o corte de 50% no orçamento para este ano, promovido pelo Ministério do Planejamento, e contra o adiamento de pesquisas importantes como a da Contagem Populacional, que seria feita em 2015 e só ocorrerá em 2016 por falta de recursos e pessoal qualificado. No Rio de Janeiro, funcionários, promoveram a manifestação em frente à sede do IBGE, no centro, com cartazes e palavras de ordem.

Para Ana Magni, da Executiva Nacional e Comitê de Carreira do IBGE, o movimento objetiva denunciar “a situação alarmante” do instituto em todo o país, situação esta agravada pela decisão do Ministério do Planejamento de cortar à metade o orçamento do órgão para este ano.

A decisão, segundo ela, já levou ao adiamento da Contagem Populacional para 2016 e poderá comprometer a qualidade e até adiar a elaboração de duas pesquisas importantes do instituto, inicialmente previstas para este ano.

“Já está decidido que não será feita a Contagem Populacional, cujos preparativos teriam início este ano e aconteceria em 2015, mas foi adiada para 2016, com impactos óbvios sobre a sociedade, que, na verdade, é o de afetar o sistema estatístico nacional e para o cálculo do Fundo de Participação dos Municípios. Além disso, a Pesquisa de Orçamento Familiar (POF), que estava prevista para este ano juntamente com a Pesquisa por Amostra de Domicílios (Pnad), também estão comprometidas e poderão não ser mais feitas por falta de recursos e de pessoal qualificado tecnicamente”, disse Ana Magni.

Segundo ela, o IBGE já vem atuando com um orçamento apertado e extremamente limitado nos últimos anos porque ele é contingenciado, “só que este ano ele é foi cortado à metade  antes mesmo da aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias [LDO]. E isso significa quase que a mesma coisa que o encolhimento do tamanho da instituição no aparato estatal”, avaliou.

O IBGE admitiu que a Contagem Populacional só deverá mesmo ocorrer em 2016 e relacionou este adiamento ao corte de 50% no orçamento, promovido pelo Ministério do Planejamento.

“Este adiamento é certo e o martelo já foi batido. Com relação a POF e a Pnad, são duas pesquisas de grande porte que pertencem a uma mesma coordenação que é a de Trabalho e Rendimento. Provavelmente será feita apenas uma. Mas neste caso, ainda não foi batido o martelo sobre qual delas será feita este ano, provavelmente a Pnad por ser importante a coleta de dados para a Pnad Contínua. E alguns temas dependem dessa pesquisa”.

O IBGE informou, porém, que fazer apenas uma dessas pesquisas ao longo de 2014 não tem, necessariamente, relação com o corte no orçamento do instituto. “São duas grandes pesquisas, de uma mesma coordenação, e fazê-las juntas é complicado. Mas a contagem da população sim, decorre do corte de recursos”.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.