• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Energia » Clientes de Caruaru e outras 18 cidades do Agreste passam a receber nova conta de luz

Publicação: 31/03/2014 17:01 Atualização: 31/03/2014 17:05

Moradores de Caruaru e outras 18 cidades do Agreste pernambucano vão receber, a partir de abril, a nova conta de energia. O procedimento, iniciado no último mês de outubro, permite que em uma única visita mensal ao cliente sejam realizadas a leitura e a emissão da conta de energia.

De acordo com a Celpe, a nova conta chega a partir desta quarta-feira (2) para os clientes dos municípios de Gravatá, Chã Grande, Bezerros, Bonito, Sairé, São Joaquim do Monte, Camocim de São Félix, Vertentes, Taquaritinga do Norte, Frei Miguelinho, Toritama, Santa Cruz do Capibaribe e áreas urbanas de São Caetano, Agrestina, Altinho, Riacho das Almas, Panelas, Cupira e Caruaru.

As zonas rurais dessas cidades serão contempladas a partir de maio, juntamente com outros municípios. Segundo a Celpe, com o início nessas 19 cidades, mais de 2 milhões de unidades consumidoras no estado receberão a nova conta. A implantação do projeto acontece gradativamente e deve ser concluída até o segundo semestre deste ano.

No antigo sistema de medição, havia a necessidade de, ao menos, duas idas à unidade consumidora, uma para coleta de dados e outra para a apresentação da conta. "A nova modalidade assegura maior agilidade e transparência no processo de leitura e faturamento, além de minimizar ocorrências como extravios da conta de energia", diz a Celpe em nota.

A tecnologia do faturamento instantâneo utiliza uma espécie de palm, ou PDA (personal digital assistant) e pode funcionar em modo online ou sem sinal, a depender das condições de comunicação no local. Também utiliza um papel especial, protegido contra a água para preservar os dados da impressão. A nova fatura mantém todas as informações contidas no formato anterior da conta de energia.

Cada leiturista percorre a rota com um kit coletor de dados e uma impressora térmica. Os equipamentos são rastreados 24 horas e, em caso de assalto, um comando inviabiliza o aparelho para revenda. Ainda assim, o próprio PDA irá enviar sinal para o servidor informando a localização geográfica do aparelho.

* Com informações da Celpe

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.