• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Oportunidades » Inscrições para 7 mil vagas vão se encerrar

Correio Braziliense

Publicação: 17/03/2014 08:47 Atualização:

Passado o período da folia, é hora de recuperar forças e de se concentrar nas oportunidades de bons empregos que duram para a vida inteira. Há 37.477 vagas disponíveis, em 48 concursos federais, estaduais e municipais, com salários que vão de R$ 743 a R$ 22,7 mil. Apenas nesta semana, as inscrições se encerram para 7.236 chances, em 18 certames, inclusive em um dos mais aguardados, para o Tribunal de Contas (TCDF) — cadastramento até amanhã —, que oferece remuneração entre R$ 7,4 mil a R$ 12,4 mil.

Segundo Max Kolbe, coordenador do curso de direito constitucional do Vestconcursos, além do TCDF, as chances que chamam a atenção dos concurseiros são as de auditor-fiscal da Receita Federal, com salário de R$ 14,9 mil (inscrições até o dia 27), da Câmara Federal (provas em 13 de abril), com ganhos entre R$ 12,2 a R$ 25,1 mil, e do Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ, inscrições até 11 de abril) e salário de R$ 22,7 mil.

Provas da Caixa

Os alunos também se dedicam com afinco para as provas de níveis médio e superior (limite no dia 30) da Caixa Econômica Federal— remunerações de R$ 2 mil a R$ 8 mil —, cuja divulgação dos locais e horários dos exames objetivos e redação está prevista para hoje. Estimativas da Caixa apontam que foram recebidos mais de 1,8 milhão de pedidos de inscrição. Os concurseiros também aguardam a publicação dos editais da Câmara Legislativa e do Tribunal de Justiça do DF.

“O importante, na reta final, é fazer muitos exercícios para aprender as pegadinhas e saber como agir na hora da prova. Vale ressaltar que, especialmente para Receita e Câmara dos Deputados, todo o conteúdo do edital tem que estar na ponta da língua”, destacou Kolbe. Ele investiu mais de R$ 200 mil em uma sociedade com o especialista em informática Paul Hondel, e no último dia 2 inauguraram um portal (www.ue.com.br), no qual os concurseiros têm a chance de assistir, de graça, a aulas de várias matérias. Em duas semanas, 30 mil pessoas se cadastraram.

Maria Íria da Silva Lima, 20 anos, é a comprovação da persistência e do esforço de quem busca a estabilidade. Saiu de Novo Oriente, em Açailândia (MA), há dois anos, para cursar direito, em Brasília e depois se dedicar aos concursos na área. Mas refez os planos. “Vim de uma cidade do interior e de uma família de poucos recursos. Preciso ter dinheiro no bolso, para depois estudar. Estou me preparando para a Caixa. Mas, assim que concluir direito, vou tentar o Tribunal de Justiça do DF”, contou.

O advogado Peterson Sardi, 34 anos, trabalhou por sete anos na prefeitura de Japurá (PR). Com a mudança do prefeito, ele perdeu o cargo de confiança. Largou tudo e veio para o DF. Estuda dia e noite. Inscreveu-se em vários concursos, com salários de R$ 5 mil a R$ 25 mil. E está se organizando para uma maratona de seis semanas consecutivas de provas a partir de abril. “Cansei das incertezas. Quero me planejar, viver com tranquilidade”, reforçou. Ele contou que na primeira prova que fez, acertou 40% das respostas. Na seguinte, 70%. Na próxima, aposta chegar aos 80% e finalmente ser convocado na primeira chamada.

A publicitária Izabela Cabral Marinho, 24 anos, também em busca de segurança e qualidade de vida, deixou Uberlândia (MG), há 10 meses e se mudou para Brasília. “Eu não tinha hora de começar ou parar de trabalhar. Vivia com três celulares tocando o tempo todo. Não importa onde estivesse, tinha a obrigação de atendê-los, sob ameaça de perder o emprego. Não quero mais isso. Quero viver a vida”, reclamou.

Na fase atual, de preparação, a rotina segue intensa. Começa às 8h e estuda até meio-dia.Então vai para a academia e retorna aos livros das 13h30 às 17h. Depois vai ao curso preparatório, das 18h às 22h45. “É como se fosse uma jornada de trabalho, seguida de estudos à noite. Eu me obrigo a ter disciplina”, relatou.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.