• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Varejo » Vendas do comércio sobem 17,4% em fevereiro, aponta índice Cielo

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 14/03/2014 13:28 Atualização:

O comércio varejista cresceu 17,4% no mês de fevereiro comparado o mesmo mês do ano passado, apontou, nesta sexta-feira (14), o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA). Descontada a inflação, a alta foi de 11,4%. Em janeiro, o ICVA havia apurado o crescimento de 15,9% na comparação ano a ano.

De acordo com a ferramenta, um dos motivos que explicam o bom desempenho do setor no mês foi o impacto das vendas durante o carnaval, que neste ano ocorreu em março, diferentemente de 2013, quando aconteceu em fevereiro.

“Nossos dados permitem observar que as vendas no comércio são mais fracas durante o carnaval. O impacto das vendas menores neste período deverá ser sentido somente no indicador de março”, analisa Gabriel Mariotto, gerente da área de inteligência da Cielo. A estimativa é que, descontado esse efeito, o crescimento de fevereiro seria aproximadamente três pontos percentuais menor, o que indicaria uma desaceleração da atividade do comércio varejista na comparação com o mês de janeiro.

Entre os setores que impulsionaram o crescimento da atividade varejista no mês, segundo a análise do indicador, estão drogarias e farmácias, materiais de construção e postos de gasolina. O segmento de vestuário, que teve desempenho mais fraco no final de 2013, mostrou recuperação no ritmo de crescimento da receita nominal das vendas. Já o setor de supermercados e hipermercados, um dos destaques positivos de janeiro, apresentou desaceleração no último mês.

Considerando o impacto da inflação, os setores de drogarias e farmácias e postos de gasolina mantiveram o bom desempenho. Já o segmento de materiais de construção sofreu maior impacto de preços e registrou alta menor pelo ICVA deflacionado.

No recorte regional, a Região Nordeste liderou o crescimento, com 18,8% de aumento na receita nominal de vendas, seguida de Norte (17,8%) e Centro-Oeste (17,7%). A região Sudeste teve crescimento de 17,3%, ligeiramente inferior ao da média nacional do ICVA. Já a região Sul, ao contrário do desempenho de janeiro, apresentou alta inferior à média brasileira, com crescimento do varejo em 16,5% em fevereiro.

O Índice Cielo do Varejo Ampliado, apresentado no mês passado, acompanhará mensalmente a evolução do varejo de acordo com a receita nominal de vendas, com base em um grupo de 24 setores mapeados pela Cielo, de pequenos lojistas a grandes varejistas.

Cálculo

De acordo com a Cielo, o ICVA não tem correlação com o desempenho financeiro da Cielo. Para criar um indicador neutro que refletisse puramente a atividade econômica e o apetite de consumo no comércio, sem qualquer inferência a seus resultados, a companhia desenvolveu modelos matemáticos para isolar os efeitos do comportamento competitivo do mercado de credenciamento – como a variação de market share, por exemplo. Também foram isolados os efeitos da maior participação de cartões na economia pela substituição de cheque e dinheiro.

Os dados que compõem o índice são capturados, de forma agregada, da base de 1,4 milhão de pontos de venda ativos credenciados à Cielo em todo o Brasil, tanto nas lojas físicas como nos canais mobile e e-commerce.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.