• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Balanço » Planos de saúde lideraram queixas no Idec em 2013

Rosa Falcão

Publicação: 12/03/2014 20:12 Atualização:

Os planos de saúde lideram o ranking de queixas do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) em 2013. Há uma década o setor mantém o primeiro lugar na lista dos mais reclamados, seguido por serviços financeiros, produtos e telecomunicações. Entre os problemas mais citados pelos usuários estão a negativa de cobertura, os reajustes abusivos e o descredenciamento da rede assistencial.

O Idec registrou, no ano passado, um acréscimo de 6,26 pontos percentuais nas denúncias contra os planos de saúde, responsáveis por 26,66% das reclamações. O segundo colocado, serviços financeiros, aparece com 16,64% das queixas. "O Idec vem se empenhando, ano após ano, em cobrar melhorias para que os conflitos entre os consumidores e as operadoras seja reduzido", destaca Elici Checchin Bueno, coordenadora-executiva do instituto.

O balanço de atendimentos de 2013 do Idec mostra que 68,97% dos registros correspondem a quatro setores: planos de saúde, serviços financeiros, produtos e telecomunicações. As demais demandas de consumo ficam com 31,02% da amostra. Destacam-se: imóveis, transporte, lazer, água e energia.

A divulgação faz parte da programação do Dia Mundial do Consumidor, comemorado no próximo sábado, dia 15 de março. Com alguma variação de posição, é importante ressaltar que os setores apontados pelo Idec são os mesmos apresentados pelo Sindec (Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor) nos últimos anos. O Sindec retrata o Cadastro Nacional de Reclamações Fundamentadas de todos os Procons do país. "O ranking do Idec nada mais é do que a ponta do iceberg de milhões de consumidores insatisfeitos com a má qualidade na prestação de serviços e produtos, no âmbito da iniciativa privada ou governamental. Nós esperamos que esses valores diminuam cada vez mais e que essa queda represente a retomada contínua do respeito aos direitos do consumidor", conclui Elici.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.