• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Bilionário » Bill Gates volta se tornar o homem mais rico do mundo

AFP - Agence France-Presse

Publicação: 04/03/2014 12:47 Atualização:

 (AFP/MEHDI TAAMALLAH )
O americano Bill Gates, co-fundador da Microsoft, voltou a se converter no homem mais rico do mundo, arrebatando do mexicano Carlos Slim o título que ostentava há quatro anos, segundo a classificação da revista americana Forbes.

Com uma fortuna estimada em 76 bilhões de dólares (9 bilhões a mais que no ano passado), Gates volta a se situar no topo da lista dos mais ricos, à frente do rei mexicano das telecomunicações, cuja fortuna diminuiu 1 bilhão de dólares em um ano, e que agora chega a 72 bilhões, e volta à posição que ocupou durante quinze dos últimos vinte anos.

O espanhol Amancio Ortega, criador da marca de roupas Zara, consolida sua terceira posição conquistada no ano passado com uma fortuna de 64 bilhões de dólares, ou seja, 7 bilhões a mais que no ano anterior, segundo a Forbes.

Em décimo-primeiro lugar na lista e com uma fortuna estimada em 34,5 bilhões de dólares (ou seja, 4,5 bilhões a mais que no ano anterior), a herdeira da L'Oreal, Liliane Bettencourt, é a francesa mais rica do mundo.

O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, é a personalidade que mais ganhou em 2014, duplicando sua fortuna pessoal, que passou de 13,3 bilhões a 28,5 bilhões de dólares, após a entrada na Bolsa de seu grupo. O jovem multimilionário ocupa a 21ª posição da classificação mundial.

Segundo a Forbes, o número de bilionários continua crescendo, e alcançou neste ano o recorde absoluto de 1.645 desde a criação da classificação, há 27 anos, um aumento de 15,3% em um ano.

Aproximadamente dois terços deles construíram sua fortuna eles mesmos, enquanto os demais a herdaram total ou parcialmente.

As pessoas muito ricas do universo - entre elas também um número recorde de 172 mulheres - reúnem 6,8 trilhões de dólares, contra 5,4 no ano anterior.

Os Estados Unidos continuam na liderança, com 492 bilionários, seguidos de longe pela China, com 152, pela Rússia, com 111.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.