Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Greve dos Correios » TST marca audiência de conciliação para próxima segunda-feira (24)

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 20/02/2014 11:11 Atualização:

O relator do processo de dissídio dos Correios, Ministro Márcio Eurico Vitral Amaro, agendou para às 10h da próxima segunda-feira (24), em Brasília, a audiência de conciliação entre a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) e a Federação Nacional dos Trabalhadores nas Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect).

A audiência decorre da ação cautelar preparatória que os Correios protocolaram junto ao TST solicitando a suspensão da greve parcial que atinge 13 estados, deflagrada no final de janeiro. Em caso de não haver conciliação, o TST realizará o julgamento do mérito da ação.

Os Correios já haviam oficializado em janeiro, por meio de dois ofícios, convite à Fentect para tratar de questões relativas ao plano de saúde da empresa. A federação, porém, recusou formalmente todos os convites.

Apesar de ter membros da sua direção participando da Mesa Nacional de Negociação Permanente dos Correios, a Fentect ingressou com ação na 13° Vara do Trabalho de Brasília pedindo a suspensão dos trabalhos da mesa, demonstrando que não está disposta a dialogar ou negociar com a empresa.

Segundo os Correios, vários acordos já foram assinados com os 19 sindicatos que participam da mesa de negociação, compreendendo compensação das horas não trabalhadas em razão da greve de 2013, compensação de horas não trabalhadas nos sindicatos em que houve greves setoriais ou regionais em 2013, manutenção da assistência médica para dirigentes sindicais liberados sem ônus para a ECT, responsabilidade da empresa frente a acidentes de trânsito (custos dos danos de manutenção da frota e danos a terceiros consequentes de acidentes de trânsito), anistia de ecetistas demitidos, com base nas Leis 8.632/93, 8.878/94 e 11.282/2006, concessão de vale-cesta extra para empregados afastados sem ônus para a ECT e afastamento da carteira gestante e adicional de 30%.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »