Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Funcionalismo » Servidores públicos de Pernambuco lançam campanha salarial

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 19/02/2014 11:41 Atualização:

Os servidores públicos de Pernambuco, federais, estaduais e municipais, se reuniram, na manhã desta quarta-feira (19), para lançar a campanha salarial unificada das três categorias. De acordo com o Sindicato dos Servidores Federais (Sindsep-PE), as categorias realizaram um ato público no local, no centro do Recife, com a participação dos sindicatos com a realização de um panfletaço para informar à população sobre as reivindicações dos três grupos de servidores.

Especificamente sobre a campanha salarial dos federais, as negociações com o atual governo federal já estão em andamento. Em nível nacional, inclusive, foi retirado o indicativo de greve para a segunda quinzena deste mês, caso o governo não sinalize positivamente para a categoria. Em Pernambuco, o Sindsep-PE já iniciou a divulgação da campanha salarial com a realização de assembleias.

Profissionais das áreas de saúde, previdência privada e Ministério do Trabalho estão entre os participantes do ato. Segundo o sindicato, umas das principais reivindicações é a regulamentação da Convenção 151, que estabelece uma negociação direta entre funcionalismo e governo e obriga os gestores a negociar anualmente aumentos salariais e outros benefícios.

O Sindsep-PE também destaca como ponto determinante da campanha salarial a recuperação de perdas na remuneração dos servidores ativos e aposentados. Segundo o sindicato, quem se aposentava recebia 80% em relação ao tempo trabalhado e 20% de avaliação individual. O órgão explica que atualmente 50% do tempo trabalhado é concedido no ato da aposentadoria.

A campanha salarial unificada no estado das três esferas dos servidores está sendo coordenada pela Central Única dos Trabalhadores em Pernambuco(CUT-PE) que também organizou o ato público de hoje.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »